Últimos assuntos
» CRIAÇÃO DE PECULIARIDADES
por Minna Umauni Sab Mar 17, 2018 2:12 am

» REGISTRO DE FACECLAIM
por Minna Umauni Sab Mar 17, 2018 1:21 am

» 1° Episódio: O retorno de Diamond e Swift!
por Yamin Qui Mar 15, 2018 2:28 am

» A Grande Mudança
por OTheRealPH Dom Mar 11, 2018 7:03 pm

» Tokyo Sexwale
por Okura Sab Mar 10, 2018 11:13 pm

» Feline Fury
por O Emperador Dom Fev 18, 2018 1:19 pm

» God’s Vision
por O Emperador Dom Fev 18, 2018 1:02 pm

» [FP] Yakuzo Shimada
por Yakuzo Shimada Ter Fev 13, 2018 10:06 pm

» Com grandes poderes vem grandes oportunidades!
por Yamazaki Raizo Sab Fev 10, 2018 2:02 am

» Hollow
por O Amaldiçoado Sab Fev 10, 2018 1:48 am

» The Line Bender
por O Amaldiçoado Sab Fev 10, 2018 1:48 am

» Know Why the Nightingale Sings?
por Bijin Seg Fev 05, 2018 12:09 pm

» SOLICITAÇÃO DE NARRADOR
por Bluesday Dom Fev 04, 2018 11:38 pm

» [PEDIDO DE MISSÃO] - Howker's
por O Mestre Dom Fev 04, 2018 7:59 pm

» [PEDIDO DE MISSÃO] - Howker
por O Emperador Dom Fev 04, 2018 2:39 pm

» [FP] Raegar Howker
por O Emperador Dom Fev 04, 2018 2:34 pm

» [FP] Raegar Howker
por O Emperador Dom Fev 04, 2018 2:34 pm

» [FP] - Nico Howker
por O Emperador Dom Fev 04, 2018 2:33 pm

» I - Two and a Half Women
por Ceji Sab Fev 03, 2018 3:35 pm

» Luz, Câmera e Ação.
por Wa_Shiranai Seg Jan 29, 2018 4:09 pm

Nombre apellido
Mejor héroe
Nombre apellido
Mejor Villano
Nombre apellido
PJ más activo
Parceiros

Élite 2/40

Com grandes poderes vem grandes oportunidades!

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Com grandes poderes vem grandes oportunidades!

Mensagem por O Emperador em Seg Dez 18, 2017 5:53 am


Narração


 T
ensão era criada, sendo possível ver suor descendo do rosto dos dois homens, rapidamente Will correu para se proteger atrás de alguma pilastra comum para sustentação de prédios. Assim o sequestrador acabou gastando suas sessando sua série de tiros, talvez por não ter como acertar o homem ou por suas balas terem carregado e ele precisar carregar, a resposta não era certa, Will não havia parado para contar.

Sial, sial, sial…!

Falava o bandido de modo nervoso e apressado, com seu plano em mente e preparado para a efetuação do mesmo Will, o que foi feito com perfeição apesar da dor em sua perna, logo o homem havia sido surpreendido e derrubado, parecia estar muito indeciso com o que fazer para conseguir prestar atenção na repentina aproximação de Will apesar do “Muuu.” que o homem soltou sem querer enquanto corria . Se esticando um pouco o jovem pegou a arma que havia caído no chão próxima ao bandido e assim o nocauteou com uma coronhada que sessou os gritos do mesmo.

Anda bajingan! Jika kita tetap kita akan meledak!

Após a luta terminar um grito enfurecido foi ouvido do quinto andar.

Lixo inútil!

Tal grito foi precedido por um homem sendo arremessado do quinto andar caindo e batendo a cabeça no chão do térreo, andar em que Will se encontrava, com uma olhada mais atenta era possível ver que tal homem era o que havia sido baleado e fugido de Will, porém agora estava morto. Sem tempo para fraquejar Will prosseguiu de maneira furtiva em direção a saída principal do shopping, demorando algum tempo devido ao ritmo mais lento e cuido tomado ele chegou perto de duas vans guardadas por dois homens armados, cuidadosamente Will mirou em um dos dois, uma tensão tomava o ar, era possível ouvir as batidas de seu coração enquanto o jovem puxava o gatilho porém o chão estremeceu e explosões aconteciam tanto atrás quanto a frente de Will, o shopping desmoronava e as vans haviam explodido. Graham agora se encontrava e um queda para o subsolo, terminando em meio a detritos nos chão com uma vista do céu que logo se tornou preto.

Will Graham acordou sozinho em um quarto de hospital, suas coisas se encontravam ao lado de sua cama, inclusive seu celular, que havia se quebrado, uma dor de cabeça e a dor em sua perna atingiam-lhe todas de uma vez, provável efeito da adrenalina do seu corpo ter abaixado. Sua cabeça e perna estavam enfaixados e não era possível ver mais nenhum ferimento em seu corpo, pela janela   era possível ver uma agitação de pessoas, grande parte aparentemente da imprensa com suas câmeras e microfones, porém tais pessoas eram impedidas de entrar por policiais e seguranças do hospital e aliás que belo Sol faz nesse dia.

HISTÓRICO

QUEM: Will Graham.
EXTRAS:Shopping
GANHOS: Camisa
Calça
Mochila
PERDAS: 130hd
Celular
PERÍCIAS: Psicologia
Lábia
Disfarce
QUALIDADES: Ilícito
Temedor
Aparência inofensiva
Voz encantadora
DEFEITOS: Paranoico
Trauma profundo.
POST: 005

Coded by @Lilah for CG



_________________


"Nas mãos de um incompetente, poder não traz nada além da ruína"
avatar
Supremos
Mensagens :
89
Data de inscrição :
20/11/2017

O Emperador
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Com grandes poderes vem grandes oportunidades!

Mensagem por Yamazaki Raizo em Seg Dez 18, 2017 11:22 am

Will via-se correndo num campo, com a grama mais verde que já havia visto sob seus pés e a brisa com o perfume natural do campo invadindo seus pulmões. Ao olhar em volta, percebeu que estava segurando a Penny sua vaquinha pelo chifre como se os dois estivessem dando as mãos um para o outro e ela corria junto com ele, os dois apenas corriam ao horizonte sem um rumo específico e naquele momento, Graham sentiu uma felicidade que talvez nunca tivesse sentido em toda sua vida.

Estranhamente, o jovem começou ouvir vozes falando alto, quase gritando, o que era estranho por que no campo não havia mais ninguém além dele e da Penny. As vozes foram aumentando e Graham foi percebendo que tudo estava ficando cada vez mais claro, até perceber que seus olhos abriram de verdade e que tudo aquilo não passava de um sonho.

Ao acabar de abrir os olhos, sua visão estava ainda um pouco embaçada pois ainda estavam se acostumando à luz do ambiente, e após alguns segundos pôde visualizar o ambiente em que estava: um quarto de hospital, com seus pertences ao lado de seu leito, inclusive seu celular que por sinal estava destruído, e ao prestar um pouco mais de atenção percebeu que as vozes que invadiram seu sonho e o fizeram acordar eram vozes de pessoas no exterior do hospital, provavelmente repórteres querendo saber sobre o incidente no shopping.

O INCIDENTE NO SHOPPING! Ao se lembrar disso, uma forte preocupação tomou conta do jovem Will. O que aconteceu ? O que foi aquela explosão ? Quem eram aqueles criminosos ? Tudo isso sexta-feira no globo repórter Very Happy

Mais uma vez, as paranóias de Will assolaram sua mente:


*Que merda aconteceu ? Eu estava prestes a atirar em um deles e as vans e mais algumas coisas explodiram. Droga, eu falhei miseravelmente, será que o prédio todo foi demolido pelas explosões ? Se foi, todas as crianças dentro dele... Droga!*

Ao permitir que esses pensamentos passassem pela sua cabeça, o jovem fecharia os olhos novamente e, angustiado, apertaria com toda força o colchão da cama em que estava deitado, tentando descontar a raiva pelo seu fracasso.

*Mas teve algo estranho que aconteceu antes da explosão! Que língua era aquela  que aquele cara falava ? Provavelmente oriental, mas o que era mesmo ? Ele repetiu varias vezes a mesma palavra que era... Xiau... Sial.. Siau... algo assim, devo pesquisar o significado no google mais tarde.*


E tentando levantar-se, Will levaria a mão até sua cabeça, que por alguma razão estava latejando, e então ele iria aproveitar para fazer um check-up total do seu corpo. Caso conseguisse, perceberia que tanto sua perna como sua cabeça estavam lesionadas, devido aos curativos ao redor delas, então, apoiando-se na sua perna que não estava lesionada, Will tentaria levantar-se, pegar seus pertences e andar pelos corredores até achar uma enfermeira ou um banheiro.

Caso achasse um banheiro antes de topar com alguém, Will iria trocar suas roupas caso estivesse com roupas de hospital, ou se estivesse com roupas normais apenas tentaria sair do hospital com seus pertences e retornar até o local do shopping, para investigar um pouco mais. E caso topasse com alguma enfermeira, tentaria usar sua lábia para convencê-la à ajudá-lo a sair do hospital:


- Olá moça, acredito que você saiba o que houve comigo. Mas na verdade eu preciso mais de um favor seu, sem querer abusar de sua experiência no trabalho, mas se puder me levar para a sala de medicamentos vou ficar feliz em recompensá-la da melhor forma possível!


Will não tinha intenção nenhuma de recompensá-la, mas precisava muito se prevenir caso seus curativos precisassem ser trocados, se caso chegasse na sala de medicamentos, Will pegaria gaze, álcool, analgésicos, e os sedativos mais fortes que tivesse, nunca se sabe o que poderia acontecer, e sedativos poderiam ser úteis.

Caso Will tivesse sucesso em pegar os medicamentos, ele falaria para a enfermeira:


- Você acabou de salvar sua cidade, talvez até o mundo todo. Meus parabéns e muito obrigado, cada vez que souber de notícias do crime sendo vencido, saiba que por sua causa ele pôde ser combatido e essa com certeza é a melhor das recompensas!


Se Will conseguisse os medicamentos ou não, seu principal objetivo seria colocar suas roupas normais e retornar à cena do crime para investigar mais sobre o ataque.
avatar
Mensagens :
18
Data de inscrição :
21/11/2017

Yamazaki Raizo
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Com grandes poderes vem grandes oportunidades!

Mensagem por O Emperador em Ter Dez 26, 2017 8:07 am


Narração


 U
m hospital! As desilusões de Will se esvaiam enquanto ele se dava conta da realidade que ele havia presenciado e a situação em que se encontrava. Ao se levantar Will logo percebeu que as dores em seu corpo logo passaram, parecendo que era somente seu corpo avisando que em algum momento aqueles lugares estavam machucados.
Procurando por um banheiro Will se depara com uma enfermeira, que logo é surpreendida pelo pedido persuasivo de Will, porém antes que pudesse responder a mulher é interrompida por um voz com um tom sarcástico e sagaz.

– Mal acordou e o senhor já quer roubar o hospital meu caro? Uma atitude interessante para alguém que acabou de levantar depois de mais de um dia apagado.

Se tratava de um homem com cabeça de raposa vestido em um terno e sobretudo pretos.

– Se você tentar eu vou te comer!

Com uma voz muito mais agressiva e ameaçadora vinda do lado de tal raposa estava um homem de terno também, porém dessa vez ele possuía uma cabeça de tubarão que sorria com suas grandes e ameaçadoras fileiras de dentes. Estendendo a mão e abrindo um sorriso aparentemente sarcástico em seu rosto.

– Permita me apresentar, sou o detetive encarregado do caso do shopping Ylvis Vulpis e esse é meu parceiro Robert Pistris, estava esperando para falar com o senhor principalmente depois que ouve o testemunho de uma mulher que disse que você salvou ela e o filho de dois bandidos, o que me levou a ir atrás de conhecer você e que história e tanto meu caro Will Graham órfão, sequestrado, criado com uma vaca, o que pode vir a explicar a roupa e capacete que encontramos com você. Enfim acho melhor eu parar de falar e você me explicar o que aconteceu naquele shopping, gostaria de sentar, um chá, talvez café, água? Venha improvisei um escritório para fazer um interrogatório daqueles que acordavam aqui no hospital, não se preocupe não será nada severo, apenas algumas poucas perguntas.

Ylvis falava de modo apressado, quase atropelando as palavras, enquanto isso também gesticulava de modo rápido e olhava com um olhar sagaz e inquisitivo para Will, parecendo não deixar passar nenhum detalhe despercebido. Por fim o detetive apontava o caminho para um quarto de hospital no final do corredor.


HISTÓRICO

QUEM: Will Graham.
EXTRAS:Shopping
GANHOS: Camisa
Calça
Mochila
PERDAS: 130hd
Celular 
PERÍCIAS: Psicologia
Lábia
Disfarce
QUALIDADES: Ilícito
Temedor
Aparência inofensiva
Voz encantadora
DEFEITOS: Paranoico
Trauma profundo.
POST: 006

Coded by @Lilah for CG






Detetives:

Música pra dar uma inspirada:

_________________


"Nas mãos de um incompetente, poder não traz nada além da ruína"
avatar
Supremos
Mensagens :
89
Data de inscrição :
20/11/2017

O Emperador
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Com grandes poderes vem grandes oportunidades!

Mensagem por Yamazaki Raizo em Sex Jan 05, 2018 10:01 am

Aquela cena provavelmente era a cena mais estranha que Will já havia visto, por algum motivo o rosto dos detetives fez o rapaz se lembrar dos três anos negros de sua vida, tempo que passou em Michigan, procurando seus pais e sua vaca.

*Rosto de raposa e rosto de tubarão, então são os típicos interrogadores, um bonzinho amigo e outro mau-humorado que quer acabar com você, mas não vou cair nessa.*

Enquanto o homem-raposa falava, Will tentava não demonstrar nem um mínimo de micro-expressões faciais, pois era um psicólogo, e sabia que talvez os detetives também fossem treinados para detectar micro-expressões, então tentaria manter uma face de surpresa, sem demonstrar mudanças.

*Que droga, então eles conhecem quem eu sou e parte do meu passado! Será que eles sabem sobre os anos que passei sozinho em Michigan procurando a Penny ? Acho que não, senão teriam falado. Ou será que sabem boatos e estão esperando eu confirmar ? Droga é melhor eu só agir naturalmente e não deixar vazar nada!*


Enquanto o rapaz pensava, os detetives o "convidavam" para entrar em um dos quartos para dar início à um interrogatório, e esse comportamento despertava ainda mais preocupações na mente do jovem Graham.

*Em primeiro lugar, se detetives estão aqui, provavelmente a polícia também está e eu sou um suspeito. Então uma fuga provavelmente iria dar errado, à menos que eu tente fugir deles já esperando uma resistência lá fora, mesmo assim as chances de dar errado são grandes*

Will iria assentir em entrar no quarto, mas com todo o cuidado possível, concentrando-se ao máximo na movimentação dos detetives, caso tivesse que virar-se de costas para eles, Will tentaria observar alguma sombra, ou reflexo deles em alguma janela, e prestaria muita atenção no som dos passos, pois se um deles tentassem atacá-lo ele iria reagir instantâneamente de prontidão.

*Em segundo lugar, eles são detetives, então tem contato com o crime. Eles podem facilmente estar ligados ao tal do Kitty das Lebres, ou até mesmo ao Salvattore ou o Valete. São típicos detetives que podem ser facilmente comprados, nesse caso eles podem estar aqui usando suas patentes para ter acesso à mim, e pretendem me eliminar, colocar uma arma falsa em mim e dizer que reagi hostilmente, tenho que estar pronto pra isso também!*

Will conhecia o comportamento humano e precisava estar um passo à frente dos detetives pois estava claramente em desvantagem, o rapaz sabia reconhecer micro-expressões e gestos que indicavam mentira e nervosismo, mas também conhecia os que indicavam o contrário, como calma e sinceridade. Ele já havia percebido que os dois eram sarcásticos, o que é uma qualidade de quem tem uma certa inteligência emocional, talvez fossem assim por estarem habituados à trabalhar interrogando pessoas e desvendando crimes, porém o homem-raposa havia captado instantâneamente a intenção de Will de saquear o hospital sem ser influenciado pelo tom de voz de Will, mostrando uma percepção elevada e uma forte inteligência emocional.

Will entraria no quarto que Ylvis indicava, e olharia rapidamente para o local, disfarçando como se estivesse apenas olhando sem prestar atenção, mas tentaria extrair rapidamente todas as informações possíveis: se havia alguma janela no quarto, se houvesse, tentaria ver em qual andar do prédio estavam e se a janela poderia ser uma rota de fuga, tentaria ver se havia alguém no lado de fora do hospital, e olhando para dentro do quarto tentaria ver se havia algum carrinho de refeições, se havia algum garfo ou faca no carrinho, ou se havia no quarto qualquer objeto que pudesse servir como arma, se houvesse tentaria se lembrar onde o objeto está e não se aproximaria, apenas se fosse natural caminhar para perto de tal objeto, pois Will não queria que percebessem que ele poderia estar se aproximando de tal objeto. Também não iria evitar fazer isso, caminharia naturalmente, como se não tivesse percebido nada. E faria tudo isso também prestando muita atenção na movimentação dos detetives, pois se eles tentassem atacá-lo o rapaz iria esquivar abaixando-se de investidas acima do abdômen e pulando para investidas abaixo do abdômen, caso fossem investidas verticais esquivaria para esquerda/direita (lado mais propício).

Para estar um passo à frente dos detetives, Will teria que fazer uma pergunta ousada, forçando os detetives à revelarem micro-expressões que iriam entregá-los, Will descobriria se eles são apenas detetives honestos em cumprimento de sua função, se são detetives comprados com intenção de eliminá-lo ou se estão mentindo sobre serem detetives e estão ali também com intenção para eliminá-lo. Para isso, Will iria revelar o seu sarcasmo e sua inteligência emocional também, e isso era ruim, pois se os detetives forem astutos como ele, eles iriam tomar muito mais cuidado, porém aquela era sua única vantagem, os policiais não esperavam essa pergunta, então suas reações seriam naturais, e provavelmente Will conseguiria tirar vantagem disso. Então, após entrar onde Ylvis indicava, e olhar todos os detalhes disfarçadamente, Will esperaria os dois entrarem e antes que começassem à falar, Will diria inicialmente com um sorriso sarcástico no rosto, e ao final, mudando sua expressão para um rosto sério, como se não estivesse "brincando" ao falar aquilo:

- E então rapazes, agora é a hora que vocês atiram em mim e colocam uma arma junto do meu corpo morto ?

Will falaria isso e prestaria sua atenção principalmente na pupila do olho do homem-raposa mesmo ele sendo o mais astuto, pois sua pupila contrastava com a íris do seu olho, facilitando para o rapaz visualizar uma possível dilatação, e isso seria um sinal de que estavam mentindo sobre ser detetives. Caso Will detectasse isso, ficaria pronto para um combate, provavelmente suas peculiaridades estavam ligadas a sua aparência, mas Will iria se preparar para tudo, e não iria atacar, apenas se esquivar, seguindo o padrão descrito acima. Caso atirassem qualquer tipo de projétil, Will iria esquivar-se para trás fazendo uma espécie de rolamento para trás, e após o rolamento tentaria proteger-se atrás de algo sólido ou pular por alguma janela caso estivessem no térreo.

Representação Visual:


Caso Will percebesse que não demonstraram reações suspeitas, ouviriam o que os detetives tinham à dizer, tentando extrair todas informações possíveis como palavras-chave, gestos, micro-expressões faciais, tudo que lhe indicasse alguma informação. Will poderia estar correndo um grande risco naquele momento, por isso toda concentração em salvar sua vida ainda não seria o bastante.
avatar
Mensagens :
18
Data de inscrição :
21/11/2017

Yamazaki Raizo
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Com grandes poderes vem grandes oportunidades!

Mensagem por O Emperador em Qua Jan 10, 2018 8:58 am


Narração


 A
o entrar na sala Will se deparava com um ambiente propício para consultas em hospitais, aonde o médico ficaria atrás de uma mesa e os pacientes em cadeiras do lado oposto, tal quarto possuía uma grande janela do lado oposto a porta porém a mesma era somente vidro, assim sem abertura não poderia ser trespassada a menos que quebrada. Ylvis então entrando primeiro se sentou na cadeira do médico enquanto sinalizava para Will se sentar em uma das restantes. Ao Will se sentar o detetive iniciaria.

– Bom eu gostaria que o senhor me contasse o que o senhor viu aquele dia, o que você presenciou, o seu confronto com os sequestradores, se ouviu algum nome, enfim todos os detalhes possíveis.

Enquanto isso o Sr. Pistris mexia em uma mesa mais ao canto com máquina de café, até que olhou para os dois sentados dizendo.

– Café?

O raposo interessado respondeu ao seu parceiro.

– Oh sim! Obrigado Robert.

Assim o tubarão chegaria na mesa com uma xícara de café para seu parceiro e uma para Will caso ele tenha aceitado, rapidamente Ylvis começou a beber até ser surpreendido com fala de Graham, o que ocasionou com o detetive cuspisse de surpresa todo o líquido que estava em sua boca, sequenciado por uma risada estérica e batidas de mão na mesa. Seguida pelo seu parceiro que fazia o mesmo no canto do quarto. Com os ânimos acalmados Ylvis voltava a sua explosão habitual, porém com uma pequena risada presa no canto de sua boca, para voltar a falar.

– Bom, esse não é nosso trabalho, somente usaríamos da força em uma investigação contra criminosos e se extremamente necessário, mas enfim agora que nos acalmamos o senhor poderia começar a nós falar a sua versão dos fatos, peço que não tenha preguiça de contar os detalhes.


HISTÓRICO

QUEM: Will Graham.
EXTRAS:Shopping
GANHOS: Camisa
Calça
Mochila
PERDAS: 130hd
Celular 
PERÍCIAS: Psicologia
Lábia
Disfarce
QUALIDADES: Ilícito
Temedor
Aparência inofensiva
Voz encantadora
DEFEITOS: Paranoico
Trauma profundo.
POST: 007

Coded by @Lilah for CG




_________________


"Nas mãos de um incompetente, poder não traz nada além da ruína"
avatar
Supremos
Mensagens :
89
Data de inscrição :
20/11/2017

O Emperador
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Com grandes poderes vem grandes oportunidades!

Mensagem por Yamazaki Raizo em Sab Fev 10, 2018 2:02 am

Os detetives reagiram provavelmente de forma natural, pois não foi possível para Will detectar qualquer sinal de mentira. Nessa situação haviam apenas duas opções, ou estavam sendo sinceros ou eram muito bons em disfarçar e, infelizmente, o jovem Graham era desconfiado demais para considerar a primeira opção.

Primeiro, ao ver os detetives rindo, Graham riria junto na mesma proporção, para que eles acreditassem que ele realmente estava brincando. E então seguindo a recomendação de Ylvis, Graham diria à eles parte do que aconteceu, porém não faria isso por confiar neles, pelo contrário, ele contaria pra que eles não achassem que Graham ainda desconfia deles. Tentando demonstrar confiança em sua voz diria após a risada, inicialmente com um sorriso no rosto:

- Me desculpem mas não pude perder essa piada, é por que em filmes é muito clichê isso acontecer, é claro que na vida real é diferente.

Graham diria isso tentando fazer sua voz parecer o mais amigável e convincente possível, contrastando com a voz séria que fez antes, ao perguntar aos policiais se iriam mata-lo. Mas o jovem ainda sentia que aquilo tinha algo de estranho, pois se os detetives realmente quisessem apenas interrogá-lo, o procedimento normal da parte deles seria primeiramente visitá-lo no hospital, e então deixariam um de seus cartões junto de uma intimação, para Will comparecer à delegacia deles quando se recuperasse, e aí sim fariam um interrogatório com o rapaz. Improvisar um interrogatório dentro de um quarto médico soava estranho para o jovem, por isso não conseguia tirar da cabeça que eles queriam matá-lo. Para não levantar suspeitas para si, Will prosseguiria, dessa vez sério e fazendo expressões faciais que fossem coerentes com o que falava:

- O episódio no shopping foi uma coisa da qual nunca vou esquecer...

Diria olhando para o vazio, como se estivesse imaginando novamente o que aconteceu:

- A pouquíssimo tempo eu consegui superar o trauma que vivi, pois fui criado por sequestradores, e até certa altura da minha infância eu não sabia como me comunicar com humanos, graças aos meus psicólogos pude me tornar o que sou hoje.

E então, olhando para Ylvis com uma expressão que misturava surpresa e entusiasmo, prosseguiria:

- Eu pensei que um emprego que me colocasse próximo à crianças me faria me conectar com a infância que não vivi, e isso seria bom pra mim, uma espécie de readaptação à sociedade, então pensei em ser um personagem vivo para festas infantis. Eu consegui comprar uma fantasia de vaquinha no shopping, mas o que aconteceu em seguida me pareceu ser meu carma, me perseguindo novamente...

E olhando para o lado, falaria com um sorriso no canto da boca:

- Aquela mãe e aquele menino com certeza estavam impressionados demais, vocês não tem noção do quanto é traumático ser sequestrado, quando eu vi aquilo acontecendo com o menino me veio em mente tudo o que passei, e que ele iria passar o mesmo, a partir daí não lembro direito o que aconteceu, só alguns flashes...

E então, gesticulando com as mãos, fazendo um gesto para cada acontecimento, concluiria:

- Primeiro eu lembro de estar em cima de um dos caras que tentavam sequestrar o menino, depois lembro de estar descendo escadas, depois lembro de estar do lado de fora do shopping e então tudo ficou preto e acordei aqui.

Com uma voz cansada, diria após ter concluído sua versão dos acontecimentos:

- Só de me lembrar já dói minha cabeça e mais algumas partes do meu corpo que eu nem sabia que existiam até hoje. Se puderem me ajudar, se de alguma forma vocês tiverem alguma informação sobre o que aconteceu nos momentos em que não me lembro eu agradeceria muito, afinal sou um recém-curado de transtornos psicológicos pós traumáticos, toda a ajuda que eu puder ter é bem vinda!

É claro que Will lembrava de tudo o que aconteceu até a droga do shopping explodir deixando-o inconsciente, e é claro que o jovem não precisava de ajuda alguma também, mas aquela história toda, cheia de lábia, apelando vorazmente para sua voz tocante era extremamente necessária para Will, se eles fossem detetives honestos iriam estar prontos à ajudá-lo, se não fossem, ou iriam deixá-lo em paz, pois Will não sabia de nada, ou iriam elimina-lo após confirmar que ele não passou informações à outra pessoa, nesse caso o garoto estaria pronto para reagir instantaneamente, tentando apenas se esquivar de ataques e se preciso for, se jogando pela janela afim de quebra-la e passar para o outro lado.
avatar
Mensagens :
18
Data de inscrição :
21/11/2017

Yamazaki Raizo
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Com grandes poderes vem grandes oportunidades!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum