Últimos assuntos
» 1° Episódio: O retorno de Diamond e Swift!
por Monstro Hoje à(s) 12:10 am

» Tokyo Sexwale
por Okura Ter Fev 20, 2018 4:40 pm

» CRIAÇÃO DE PECULIARIDADES
por O Emperador Dom Fev 18, 2018 1:19 pm

» Feline Fury
por O Emperador Dom Fev 18, 2018 1:19 pm

» God’s Vision
por O Emperador Dom Fev 18, 2018 1:02 pm

» A Grande Mudança
por Shino7 Qua Fev 14, 2018 2:45 pm

» [FP] Yakuzo Shimada
por Yakuzo Shimada Ter Fev 13, 2018 11:06 pm

» REGISTRO DE FACECLAIM
por Yakuzo Shimada Ter Fev 13, 2018 10:43 pm

» Com grandes poderes vem grandes oportunidades!
por Yamazaki Raizo Sab Fev 10, 2018 3:02 am

» Apparition
por O Amaldiçoado Sab Fev 10, 2018 2:48 am

» The Line Bender
por O Amaldiçoado Sab Fev 10, 2018 2:48 am

» Know Why the Nightingale Sings?
por Bijin Seg Fev 05, 2018 1:09 pm

» SOLICITAÇÃO DE NARRADOR
por Bluesday Seg Fev 05, 2018 12:38 am

» [PEDIDO DE MISSÃO] - Howker's
por O Mestre Dom Fev 04, 2018 8:59 pm

» [PEDIDO DE MISSÃO] - Howker
por O Emperador Dom Fev 04, 2018 3:39 pm

» [FP] Raegar Howker
por O Emperador Dom Fev 04, 2018 3:34 pm

» [FP] Raegar Howker
por O Emperador Dom Fev 04, 2018 3:34 pm

» [FP] - Nico Howker
por O Emperador Dom Fev 04, 2018 3:33 pm

» I - Two and a Half Women
por Ceji Sab Fev 03, 2018 4:35 pm

» Luz, Câmera e Ação.
por Wa_Shiranai Seg Jan 29, 2018 5:09 pm

Nombre apellido
Mejor héroe
Nombre apellido
Mejor Villano
Nombre apellido
PJ más activo
Parceiros

Élite 2/40

Contato na escuridão

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Contato na escuridão

Mensagem por OTheRealPH em Sab Dez 09, 2017 9:47 pm

MISSÃO
Civil: Kazan Tanzo


bazinga!

_________________
avatar
Narrador
Mensagens :
127
Data de inscrição :
23/10/2017

OTheRealPH
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contato na escuridão

Mensagem por Choxi em Dom Dez 10, 2017 3:38 pm

Kazan acordaria de seu descanso indo diretamente até um barril cheio de água, afundaria seu rosto até onde seus chifres não impedissem para lavar seu rosto, ele levanta rapidamente a cabeça atirando água para todos os lados deixando os pelos de seu rosto e sua longa barba vermelha pingando

"Esta na hora de encontrar as pessoas do mercado negro..." Pensou Kazan

Kazan caminhou até a bigorna que tinha em sua forja, na caminhada já pegou o martelo da bigorna, tão grande quanto sua mão e tão pesado quanto a própria bigorna

"Vamos começar" Pensou outra vez

Os chifres de Kazan começaram a brilhar vermelho forte e então de sua boca saltaria labaredas fazendo com que a agua em seus pelos simplesmente evaporassem, sua mão esquerda brilharia do mesmo tom dos chifres e então com uma passada de mão sobre a bigorna, uma especie de metal era deixado

--Vou começar com uma Katana simples

Então sua primeira martelada no material depositado sobre a bigorna é dado e logo em seguida vários outros, ele estava começando a criar uma lamina de 40cm, a cada martelada dada Kazan baforava fogo sobre a lamina e a mantinha aquecida com sua mão esquerda, para que ele possa moldar rapidamente e com mais facilidade.

Rapidamente após ter a lamina formada ele colocaria ela dentro do barril de água que tinha lavado o rosto anteriormente, para que a lamina ganhe seu efeito ficando nos moldes das Katanas antigas, Kazan então partiria para fazer o punho da espada deixando a lamina de lado descansando na água, ele iria até fora da caverna/forja e com o braço esquerdo aquecido bateria em uma arvore menor tentando cortar uma parte de um galho mais grosso, após o feito voltaria a forja e começaria a produzir o cabo da arma, não teria muitos detalhes apenas um cabo comum e o mais leve possível, porem ainda assim resistente, pegaria algum couro refinado que teria estocado ja (afinal eu faço armas a tempo pra sobreviver) e colocaria sobre o cabo, o guarda mão seria leve e do mesmo material da lamina, ele teria a forma de um triangulo, seria feito no mesmo molde de como foi feito a lamina, com boas e velhas marteladas e então jogado no barril de água para esfriar.

Ele iria começar a montagem da espada, pegaria a lamina, colocaria o guarda mão e logo em seguida colocaria o cabo, deixaria pingar um pouco de material da sua mão esquerda dentro do guarda mão para "prender" tudo e não deixar nada fora do lugar, ele daria os toques finais na arma passando novamente sua mão esquerda sobre a lamina a deixando negra e por fim usaria suas unhas para tirar o excesso de ferro deixado durante a forja da espada, levaria ela ao amolador para colocar fio na arma, voltaria para a floresta e faria o mesmo que antes para então procurar madeira para fazer a bainha da espada, após ter completado ela, ele pegaria a espada e começaria a usar ela para testar seu corte em pedaços de madeira que sobrariam tanto do cabo quanto da bainha feita, guardaria a espada na bainha e colocaria a mesma na entrada da caverna/forja após estar pronta.



Kazan tornou a voltar para frente da bigorna pensando sobre seu proximo projeto, não levou muito tempo fazendo a Katana, afinal ela era simples e leve, não pesava nem mesmo 1kg direito porem do ferro que ela era feito era extremamente resistente.

"O que posso fazer....hum...uma bengala espada? algo que pode ser levado escondido...interessante"

Kazan novamente deixaria material escorrer da sua mão esquerda sobre a bigorna e tornaria a martelar com baforadas de fogo em curtos períodos e usando a mão esquerda para aquecer o material, faria a lamina do tamanho de 30cm, uma lamina curta e leve, faria rapidamente com que ela tomasse uma forma parecida com espadas europeias que tem lamina de ambos os lados, a deixaria fina para tanto poder esconder dentro da bainha/bengala quanto para que o poder de perfuração da mesma seja muito maior.

Após a lamina estar feita, Kazan levaria ela até o barril de água para a esfriar e voltaria para a bigorna, ele tiraria as medidas exatas dela, tudo na base do olho e então a colocaria para descansar na água, ele faria agora o cabo da lamina, novamente despejaria um pouco de material sobre a bigorna e então segurando com a mão esquerda manteria o mesmo aquecido em quanto que com a mão direita moldaria o ferro quente em forma de uma cabeça de carneiro, sopraria fogo em quanto moldava para manter ele aquecido e fácil de moldar, após ter ele completo levaria para a água e traria novamente para a bigorna mas agora junto da lamina, Kazan liberaria um pouco de material novamente para fazer o resto do cabo, faria com que a parte onde o cabo se encaixaria na lamina fosse aquecido novamente e então colocaria o cabo junto da cabeça de carneiro e a "soldaria" usando o dedo indicador da mão esquerda mantendo tudo junto, com a mão direita usaria as unhas para tirar o excesso de metal dos detalhes da lamina, levaria ela até o amolador e então a colocaria para descansar outra vez, mas agora completa.

Kazan faria rapidamente com o material da mão uma especie de cabo simples de ferro de 60cm com as especificações da lamina que fora tirada antes, ele faria um circulo com os dedos ligando o indicador com o polegar formando um "0" e então faria com que material começasse a ser despejado entre os dedos e colocaria o cabo o esticando até o tamanho final do cabo, agora feito o tubo que viraria a bengala, ele finalizaria a bainha/bengala, fechando ela onde tocaria no chão e então a enfiaria diretamente no barril de água fazendo com que a bengala/bainha esfriasse, usando as medições da lamina, kazan preencheria o tubo com material de sua mão, até deixar apenas 35cm de sobra, levaria para esfriar e então terminaria fazendo os detalhes da bainha, tanto os detalhes da bainha quanto o cabo da lamina seriam levados a um banho químico fazendo com que elas tomasse a coloração dorada, a bainha em si teria o mesmo processo da katana para a deixar escurecida, após juntar todos os detalhes da bengala e a lamina, Kazan faria uma especie de pino que manteria a lamina presa a bengala, o mesmo pino poderia ser apertado para então liberar a lamina da bengala para ser usada.



Ele levaria a arma para ficar ao lado da Katana na entrada da caverna para a deixar esperando pelo ultimo item que seria produzido.

"Agora...algo que possa ser usado a distancia...uma arma de fogo?"

Voltando para a bigorna agora ele decide fazer uma arma de fogo, seu ultimo item antes de ficar tarde de mais para encontrar alguém no mercado negro, ele faz o mesmo esquema de antes que fez com a bainha/bengala e faz um "cano" com 10cm de comprimento do tamanho suficiente para uma munição de fuzil passar por dentro, usando sua unha da mão direita ele cortaria esse "cano" ao meio e então faria ranhuras em ambos os lados dos canos cortados, pegaria e tentaria fazer algo que conseguisse ser usado por vários tipos de munição, após feito juntaria os dois lados e com a mão esquerda usando um dos dedos "soldaria" os dois lados os deixando juntos novamente, agora ele partiria para o tambor do revolver.

Kazan começaria a produzindo um molde com uma caixa de areia e despejaria o material de sua mão dentro desse molde, e em seguida o pegaria com a mesma mão e o manteria aquecido para que com a mão direita conseguisse trabalhar nele, fazendo as entradas onde as munições seriam depositadas, faria de três tamanhos diferentes, uma para 7.62 (fuzil) outro para .40 e para 9mm, usaria tudo que sabia sobre metalurgia e forjadura que sabia para conseguir criar o tambor assim, faria um tambor com tamanho para 10 munições.

Após completar o tambor levaria tanto ele quanto o cano para dentro do barril de água para ambos descansarem, Kazan agora teria que trabalhar com algo mais complicado, o sistema de disparo da arma, seria algo complicado para ele mas não desistiria, ele começa a produção, primeiro faria uma mola forte o suficiente para aguentar grande pressão, em seguida tentaria fazer o sistema de gatilho, o mesmo faria tanto o cão preparar para disparar a munição quanto rodar o tambor após o cão bater contra a munição, um sistema de ação duplo.

Após feito estas partes, também seriam levados ao barril para poder descansar na água, agora faltava fazer o cabo da arma, ele usaria madeira novamente para a manter leve, faria o cabo com detalhes em ferro, mas ainda assim tentaria o manter leve, após feito o cabo e levado ao descanso na água, Kazan pegaria todas as peças e começaria a juntar elas para formar o revolver e finalmente o finalizar com detalhes que faria ele atingir 1kg de peso certinho.



Kazan após ter finalmente suas criações completas, faria uma ultima, mas essa seria para ele, faria um cabo de ferro de 50cm forte e grosso o suficiente para aguentar grande peso, então perfuraria a bigorna na lateral usando sua mão esquerda e colocaria o cabo ali, e então despejaria material sobre o furo fechando o cabo na bigorna, ele colocaria o martelo na cintura e a bigorna agora também, tirando ela do apoio que tinha antes, ele agora poderia andar com ela para tanto forjar fora da caverna quanto para usar para sua defesa, ele iria até o baril e novamente lavaria seu rosto, seus chifres que antes estaria brilhando vermelho forte, assim como suas mãos, agora não estariam mais, voltaria ao normal, após isso ele se dirigiria até suas criações levando uma especie de saco improvisado com retalho de couro e pano, colocaria as suas três criações la dentro e colocaria a mochila nas costas.

"Consegui fazer coisas muito leves...apenas a arma de fogo ficou pesada...bom, que seja"
--Esta na hora de encontrar alguém do mercado negro para vender isso e ter alguns contatos....

Kazan usando ainda seu avental de forja começaria a descer a montanha para ir até os guetos procurando alguém do mercado negro.

Peculiaridade:
Live Forge {SP10}: Kazan se concentra por um minuto (1 post) para juntar energia suficiente em suas mãos para forjar um objeto de ferro de no máximo 1 kg.

Objetivo:
Encontrar um contato no mercado negro que compre minhas criações, tanto as que eu tenho agora quanto as que criarei no futuro
avatar
Mensagens :
14
Data de inscrição :
06/12/2017

Choxi
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contato na escuridão

Mensagem por Hunson em Ter Dez 12, 2017 12:37 am

O sol acabara de surgir no horizonte fazendo o Kazan despertar em seu abrigo nas montanhas, o “rapaz” levanta e anda em direção a um barril com água enfiando o rosto até onde seus chifres lhe permitiam afundar, Kazan caminha até sua bigorna pensando no primeiro material que iria produzir com o martelo em mãos a bodecaverna começa a brilhar em um tom avermelhado baforadas de fogo começam a saltar para fora da boca um tipo de metal escorre por sua mão pousando em cima da bigorna e com a primeira batida do martelo dá-se inicio ao trabalho.

O som das marteladas ecoavam pela caverna e após alguns minutos a lamina estava pronta sendo posta para descansar dentro do barril com água enquanto Kazan se preparava para fazer o cabo da katana, apanhando um pedaço mais grosso de um galho o “homem” começa a molda-lo apanhando em seguida a lamina para então juntar todas as partes e dando uma tonalidade negra a lamina para em seguida afia-la. Com a katana pronta Kazan passa a testa-la em alguns objetos para depois guarda-la na bainha e repousa-la na entrada da bodecaverna.

Já era meio dia quando Kazan voltará a ficar frente a sua bigorna mais uma vez pensando na próxima arma que criaria novamente deixando o material escorrer de sua mão a caverna se ilumina em tons vermelhos e fogo começa a jorrar de sua boca o som do ferro batendo ecoa pelo local enquanto brasas caem pelo chão.

Kazan usara sua mão para molda uma lamina fina a deixando descansar novamente no barril de água enquanto preparava o cabo da mesma dessa vez o fazendo em forma de uma pequena cabeça de bode; Kazan o levaria até o barril mergulhando a nova peça e voltando para a bigorna dessa vez trazendo a lamina consigo para juntar as duas partes a colocando mais uma vez dentro da água.

O “homem” agora passava a trabalhar na bainha da espada para deixa-la como no formato de uma bengala utilizando as mãos Kazan moldava a bainha com toda a delicadeza que suas mãos conseguiam finalizando tanto o cabo quanto a bainha em um banho químico para lhe dar uma tonalidade dourada.

Após terminar de forjar as armas, Kazan utiliza uma barra de ferro grossa o suficiente para perfurar bigorna a transformando em uma espécie de arma prendendo a mesma em seu cinto assim com seu martelo caminhando até o barril Kazan lava mais uma vez seu rosto se dirige até suas criações as colocando em um saco.

Kazan deixa sua mordia em direção à cidade andando pelas ruas enquanto desperta a atenção de algumas pessoas que passavam pelas ruas, o “homem” anda por algumas horas até chegar a uma rua estreita com diversas lojas, o lugar era escuro e frequentado por pessoas que em sua maioria possuíam uma expressão fechada principalmente quando olhavam para o ferreiro.

Historico:
Kazan
Nº Posts: 01
Ganhos:
Perdas:
Sp: -30
Itens: Katana, espada bengala, martelo, bigorna
avatar
Civil
Mensagens :
64
Data de inscrição :
25/10/2017

Hunson
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contato na escuridão

Mensagem por Choxi em Ter Dez 12, 2017 1:16 am

Kazan caminhava com cuidado mantendo suas coisas fortemente seguras em suas mãos para impedir que alguém o furtasse, ele caminharia pela pequena viela de lojas, olhando para as mesmas tentando ver o que vendiam, ele tentaria procurar por alguma pista ou alguém que estivesse falando sobre as pessoas do submundo de toquio, pois o que ele queria agora era encontrar um comprador e um contato com os criminosos da cidade, caso não chegasse a achar nenhuma pista, procuraria por alguém que parecesse ser um criminoso e usando da lábia o perguntaria

--O senhor parece ser alguém que conhece muito da cidade, até mesmo o que não se deveria conhecer se é que me entende
--Saberia então me dizer se conhece alguém que compraria armas brancas?
--De preferencia por baixo dos panos se é que pode me entender

Kazan tentaria prestar atenção nas pessoas por perto, não queria ser pego de surpresa por ninguém

Pericia usada:
Lábia: você consegue favores com muita bajulação e conversa mole.
avatar
Mensagens :
14
Data de inscrição :
06/12/2017

Choxi
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contato na escuridão

Mensagem por Hunson em Qui Dez 14, 2017 11:17 am

Algumas pessoas o encaravam outras viravam o rosto enquanto Kazan passava pela estreita rua segurando firmemente sua sacola para evitar algum imprevisto, o “homem” observava as lojas e seus produtos podia ver uma variedade de coisas dentre elas uma loja de armas.

O rapaz tentava ouvir sobre o submundo de Tóquio, mas sem êxito foi atrás de alguém que parecesse um criminoso a seus olhos, adentrando ainda mais naquela rua o rapaz finalmente encontra o que procurava um sujeito mais que suspeito próximo a um beco escuro lá estava ele utilizando vestimentas que cobriam todo seu corpo com exceção da boca.

HOMEM:

O homem estava vendendo algum tipo de mercadoria para duas pessoas que se distancia dele assim que percebem a aproximação de Kazan – podemos dizer que conheço alguma coisa. O homem soltava um leve riso – então está interessado em vender armas? Ele balança a cabeça negativamente – Escuta ca ... bode, essa área aqui é minha, mas como você para ser um bicho legal posso te arrumar um comprador ... se eu receber uma parte é claro. O homem esperava a resposta de Kazan.

TOPA:
- Vou falar com meus contatos, me encontra aqui amanha e tenta ser mais discreto não é bom chamar atenção por aqui. E pode me chamar de Ward . O homem entrava no beco desaparecendo logo em seguida.

OU NÃO TOPA:
- Então é melhor sair logo daqui amigo ou as coisas não vão ficar boas pro seu lado. O homem virava as costas para Kazan e começava a andar em paços rápidos sem olhar uma única vez para trás.

HISTORICO:
Kazan
Nº Post: 02
Ganhos:
Perdas:
SP: -30
Itens: Katana, Espada/bengala, martelo, bigorna
avatar
Civil
Mensagens :
64
Data de inscrição :
25/10/2017

Hunson
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contato na escuridão

Mensagem por Choxi em Qui Dez 14, 2017 11:34 am

Kazan pensaria por alguns momentos e então faria um positivo com a cabeça

--Claro, acho que pode ser justo uma parte, ja que você vai me dar um de seus contatos -Kazan daria uma risada rouca
--Não chamar atenção é meio complicado quando se tem mais de dois metros, ser mais largo que uma porta e vermelho
--Não tem problemas que eu chame atenção
--Afinal são rara as pessoas que falam comigo....

Kazan daria as costas indo para sua casa, mas continuaria sua caminhada olhando a sua volta tentando marcar em sua memoria o local onde estava e o máximo de rostos possíveis, não queria ser pego de surpresa em momento algum, chegando em casa/caverna/forja, ele iria até uma estande de armas perto da sua cama e deixaria as armas ali, colocando seu martelo de forja e a bigorna aos pés da cama, deitaria e dormiria, ao acordar faria o mesmo ritual do dia passado, lavaria o rosto prepararia alguns materiais novos de madeira, como cabos de vários tamanhos diferentes, não queria ser surpreendido por um pedido surpresa que poderia acabar com sua reputação nem começada, após pronto, ele esperaria até perto da hora que saiu da ultima vez e caminharia para os becos escuros de Tóquio, tentando reconhecer onde estava para chegar até onde Ward marcou o encontro, junto com as armas que ia vender e suas "armas" de defesa, bigorna e martelo
avatar
Mensagens :
14
Data de inscrição :
06/12/2017

Choxi
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contato na escuridão

Mensagem por Hunson em Dom Dez 17, 2017 5:21 pm

Kazan havia aceitado a proposta de Ward fazendo graça sobre seu aviso do homem e se virando logo em seguida para voltar a bodecaverna sem perceber os olhares que se direcionavam a ele enquanto saia daquela rua.

O rapaz fazia todo o caminho de voltar até chegar à encosta da montanha, já era começo de noite quando ele chegou a sua casa. Guardando suas armas na estante e sua bigorna com o martelo de forja próximo a cama Kazan se deita para dormir.

O dia amanhecera com Kazan repetindo seu ritual de sair da cama e lavar o rosto no barril com água, o “homem” pegava algumas peças de madeira e começava a modelar cabos das mais variadas formas até que chegasse a hora de descer a montanha mais uma vez em direção ao mesmo beco em que havia encontrado Ward.

Kazan caminhava por algum tempo até finalmente chegar àquela mesma viela dessa vez um pouco mais vazia o homem passava por alguns comércios fechados enquanto adentrava mais a fundo naquele lugar até que finalmente encontrou Ward.

- Demorou Bodão. Ward olhava em volta e por trás de Kazan como se procurasse alguma coisa, - encontrei um comprado, ele está disposto a pagar 450 pelas duas e quer mais 3 katanas, vamos lá que te apresento o cara. Ward sinaliza com a cabeça para que Kazan o siga.

Os dois adentram ainda mais a rua podendo ver o fim da mesma a alguns metros, mas antes que pudessem chegar lá 4 indivíduos aparecem fechando o caminho de Kazan e Ward. – Fala aí Ward, o que tá fazendo por essas bandas, a gente pensou ter deixado bem claro que não era pra você pisar por aqui. Um dos homens olha para Kazan – Quem é sua mascote?

- fala pessoal a gente tá só de passagem e ele ... não faço ideia de quem seja. Ward olha para Kazan com uma expressão estanha antes de ser jogado ao chão por um dos homens – a gente já está sabendo de tudo Ward, então bode por que não vem dá uma volta com a gente?

Homens:




HISTORICO:
Kazan
Nº Post: 03
Ganhos:
Perdas:
HP: 70
SP: 50 – 30 = 20
Itens: Katana, Espada/bengala, martelo, bigorna
avatar
Civil
Mensagens :
64
Data de inscrição :
25/10/2017

Hunson
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contato na escuridão

Mensagem por Choxi em Ter Dez 19, 2017 6:54 pm

Kazan olharia para os homens os encarando um pouco, seus chifres brilhariam rapidamente, porem logo voltaria ao normal, sabia que um conflito ali só resultaria em perca de seus itens alem de acabar ferido, se não pior, morto

--Realmente...a gente precisa disso?
--Sou apenas um forjador que esta querendo vender itens
--Eu não tenho participação em grupo nenhum
--Sou independente
--Apenas tenho o Ward como uma pessoa que vai me dar os contatos para vendas
--A gente não pode simplesmente esquecer isso e seguir em frente ?
--Caso queiram, posso encontrar o chefe de vocês pra vender armas para ele também

Kazan tentaria usar de sua Labia para escapar do conflito, mas CASO o conflito fosse vir a acontecer, ele tentaria desviar do primeiro ataque caso conseguisse, se não, tentaria usar de sua resistência para aguentar o ataque e sacar seu martelo para acertar quem estivesse mais perto, em seguida sacaria a bigorna e aqueceria sua mão esquerda e começaria a forjar em sua mente pregos que ele tentaria atirar contra os inimigos, sempre tentando manter sua guarda alta MAS apenas se tiver combate, caso não, apenas ficaria na conversa
avatar
Mensagens :
14
Data de inscrição :
06/12/2017

Choxi
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contato na escuridão

Mensagem por Hunson em Sex Dez 22, 2017 9:55 pm

Kazan observava os homens por alguns segundos acendendo seus chifres para um possível embate, mas desistindo logo em seguida preferindo a conversa ao invés da batalha.

O homem de pele negra começa a falar - então Ward é seu contato? E você pode vender para os dois? Os homens se entreolhavam, Ward ainda no chão leva a mão até o rosto. – então rapazes ele quer vender para os dois, eu acho que seria uma boa. os homens começavam a rir ao mesmo tempo.

- Vamos. Dizia o homem de pele negra seguindo na frente com o rato ao seu lado, o homem de cabelo verde pega Ward no chão e se vira para Kazan – comece a andar bode. Kazan começa a caminhar com o homem o homem de cabelo ver e o gordo logo atrás dele.

O grupo anda por alguns minutos até chegaram a um prédio entrando pela porta dos fundos eles seguem por um caminho até um elevador os dois homens que estavam atrás sobem na frente levando Ward, Kazan sobe logo em seguida com os que antes estavam na sua frente.

Kazan chegava a uma sala estranha o ar era frio, o chão e as paredes pareciam ser revertidos por gelo, à sala não possuía quase nada além das vigas de sustentação e uma poltrona de gelo ao centro, Kazan olhava atentamente enquanto o homem de pele negra que a esse momento parecia ser o líder daquele grupo se dirige até a pessoa que estava sentada falando algo em seu ouvido e se afastando logo em seguida.

A pessoa se levantava da poltrona, começava a andar em direção a Kazan deixando o clima na sala ainda mais frio, andando de maneira graciosa, porem demonstrando o tom ameaçador a cada passo, ela se aproxima de Kazan que agora percebe que se trada de uma linda mulher de cabelos azuis trajando uma roupa branca lembrando muito uma roupa militar, seus olhos azuis observavam o bode atentamente e com uma voz doce e suave que contradiz com sua postura e seus olhos ameaçadores a mulher começa a falar – então você quer vender para os dois lados? Muito corajoso de sua parte. A mulher puxa um lamina de gelo do chão levando ao pescoço de Kazan – Você tem duas escolhas, trabalhar apenas para mim ou morrer aqui. A escolha é sua.

Mulher:

HISTORICO:
Kazan
Nº Post: 04
Ganhos:
Perdas:
HP: 70
SP: 50
Itens: Katana, Espada/bengala, martelo, bigorna
avatar
Civil
Mensagens :
64
Data de inscrição :
25/10/2017

Hunson
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contato na escuridão

Mensagem por Choxi em Sab Dez 23, 2017 3:59 am

Kazan ficaria pensativo um tempinho, baforaria uma labareda de fogo de sua boca, manteria pensativo, aquilo poderia ser bom, afinal ele queria um contato criminoso, ele coçaria a cabeça e então finalmente falaria

--Sabe, eu só queria vender minhas coisas
--Ainda não aprimorei minha arte
--Mas se você me matar, poderia perder um fornecedor de armas muito fortes
--...futuramente é claro Hahaha
--Bom, não tenho grandes coisas mas

Kazan tentaria olhar para a espada apenas com os olhos sem mexer a cabeça

--Eu não quero me barbear, poderia tirar isso de perto dos meus pelos?

Kazan traria o saco com a espada e a bengala para frente do corpo e atiraria para o homem de pele preta

--Veja se alguma coisa ai te agrada
--Se vale a pena vocês fazerem tudo isso
--E se considerarem que sim
--Falaremos de preço
avatar
Mensagens :
14
Data de inscrição :
06/12/2017

Choxi
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contato na escuridão

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum