Últimos assuntos
» CRIAÇÃO DE PECULIARIDADES
por Minna Umauni Sab Mar 17, 2018 2:12 am

» REGISTRO DE FACECLAIM
por Minna Umauni Sab Mar 17, 2018 1:21 am

» Feline Fury
por O Emperador Dom Fev 18, 2018 1:19 pm

» God’s Vision
por O Emperador Dom Fev 18, 2018 1:02 pm

» [FP] Yakuzo Shimada
por Yakuzo Shimada Ter Fev 13, 2018 10:06 pm

» Hollow
por O Amaldiçoado Sab Fev 10, 2018 1:48 am

» The Line Bender
por O Amaldiçoado Sab Fev 10, 2018 1:48 am

» SOLICITAÇÃO DE NARRADOR
por Bluesday Dom Fev 04, 2018 11:38 pm

» [PEDIDO DE MISSÃO] - Howker's
por O Mestre Dom Fev 04, 2018 7:59 pm

» [PEDIDO DE MISSÃO] - Howker
por O Emperador Dom Fev 04, 2018 2:39 pm

» [FP] Raegar Howker
por O Emperador Dom Fev 04, 2018 2:34 pm

» [FP] Raegar Howker
por O Emperador Dom Fev 04, 2018 2:34 pm

» [FP] - Nico Howker
por O Emperador Dom Fev 04, 2018 2:33 pm

» [PEDIDO DE MISSÃO] - Comensal
por O Emperador Dom Jan 28, 2018 10:37 pm

» Adamant's Layers
por O Emperador Dom Jan 28, 2018 10:10 pm

» [FP] Nico Howker
por O Mestre Sab Jan 27, 2018 11:24 pm

» [Sugestão] Past History
por O Mestre Sex Jan 26, 2018 7:35 pm

» [PEDIDO DE MISSÃO] - Remy
por O Mestre Sex Jan 26, 2018 7:21 pm

» Bloodsucker
por O Mestre Sex Jan 26, 2018 7:01 pm

» [FP] Satto Yagami
por O Mestre Sex Jan 26, 2018 6:59 pm

Nombre apellido
Mejor héroe
Nombre apellido
Mejor Villano
Nombre apellido
PJ más activo
Parceiros

Élite 2/40

[FP] Angest Moral

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] Angest Moral

Mensagem por O Amaldiçoado em Sex Jan 05, 2018 9:20 am


FICHA
DADOS PESSOAIS!

NOME: Angest Moral
IDADE|DATA DE NASCIMENTO: 24 anos|28 de Fevereiro
PESO: 72kg
ALTURA: 1,87m
SEXO: Masculino
NATURALIDADE: Osaka
GRUPO: Civil
LOCALIZAÇÃO ATUAL: Osaka

ATRIBUTOS

(10 PONTOS DISTRIBUÍVEIS)


HP: 70
SP: 50
CA: 5
DF: 6

DANO: 1
DEFESA: 3
RESISTÊNCIA: 2
PRECISÃO: 2
ESQUIVA: 2

PROGRESSO

LEVEL: 1
XP: 0/25
DINHEIRO: 1000$

PECULIARIDADE

NOME: Severance of Space
DESCRIÇÃO: Angest consegue manipular parcialmente o espaço, assim esta habilidade permite que ele separe uma quantidade de terra do espaço e do tempo.

LVL 1: Space Layer {SP03}: Angest cria uma separação no espaço aonde ele desejar a até 5 metros do mesmo, assim servindo como uma barreira com resistência igual ao dano do mesmo. Tal barreira pode ter o formato que desejar, porém é do tamanho de no máximo 1 m², tendo que ser necessariamente reta. Sua habilidade  dura até 2 turnos nessa condição e, caso queira mantela ativada, precisará gastar o SP novamente.

Space Isolation {SP10}: Angest separa uma área de até 1 m³ do resto do espaço-tempo, assim não envelhecendo. Tal habilidade não consegue separa coisas fisícas do seu todo, assim, por exemplo, não pode ser usada para cortar o galho de uma árvore, mas podendo ser usado caso esse galho tenha sido cortado anteriormente, Por exigir uma grande concentração tal técnica não funciona em objetos que estejam se movendo muito rapidamente. Tal separação funciona como um objeto físico, ou seja, qualquer pessoa pode manipulá-la. Sua habilidade  dura até 2 turnos nessa condição e, caso queira mantela ativada, precisará gastar o SP novamente.
LINK NA DATABASE: Severance of Space
PONTOS FRACOS:
PONTOS FORTES:


FAMA E REPUTAÇÃO

ALCUNHA:
TÍTULO:
NÍVEL DE FAMA: Desconhecido.
LINKS DA IMPRENSA:

EQUIPAMENTO

CABEÇA
NOME:
BÔNUS:
DESCRIÇÃO:

CORPO
NOME:
BÔNUS:
DESCRIÇÃO:

BRAÇOS
NOME:
BÔNUS:
DESCRIÇÃO:

MÃOS
NOME:
BÔNUS:
DESCRIÇÃO:

PERNAS
NOME:
BÔNUS:
DESCRIÇÃO:

PÉS
NOME:
BÔNUS:
DESCRIÇÃO:

INVENTÁRIO

-
-
-
-
-

TÉCNICAS


ABOUT YOU

PERSONALIDADE:
        Norteado pelas ideias de meio-termo e correção da noção de justiça que se debruçava contorcida sobre a mente das pessoas, Moral acabaria desenvolvendo-se de maneira bastante flexível. Apesar de seu profundo ódio pelo dogmatismo maniqueísta, sua face pode expressar desde o mais cortês sorriso até a mais profunda mágoa – mesmo sem um pingo de veracidade em seus atos. Talvez o ideal seja defini-lo como indiferente, ou mesmo frio. Não existe hesitação em alternar entre papéis diferentes em seu teatro em busca de um novo mundo.

        Contudo, há uma coisa que é muitíssimo difícil de ser aceita por Moral: ajuda, ou companheirismo. Seu receio com as ideias de seus contatos o faz preferir manter distância, então pode acabar soando até arrogante em suas recusas, afinal, o desconforto é tamanho que não há máscara que o esconda. Ademais, seu orgulho o faz enxergar-se autossuficiente para sua tarefa autoimposta, então as pessoas não passam de meras peças a serem movidas, encaixadas ou removidas até que os encaixes perfeitos recuperem o equilíbrio.

        Nada o impede, porém, de cooperar com quem lhe sirva para seus intentos. Talvez até possa ajudar (ou ser ajudado por) alguém que divida dos mesmos ideais e intentos que ele, que não são nem heroicos nem vilanescos, mas até o momento de sua vida, esse fenômeno ainda não se mostrara.


HISTÓRIA:
        Não há outra forma de encarar o mundo se não através da lente do julgamento – e em um mundo resguardado por supostos heróis, a crítica pode ser mais severa. As pessoas parecem querer veementemente que suas crianças creiam na existência dos mocinhos, aqueles de coração puro e incorruptível que lutam pela paz e pela segurança, e seu oposto, os malvados que querem destruir a tudo gratuitamente. Uma visão maniqueísta que fugia às ideias de Moral.

        Criado praticamente sobre berço esplêndido, seus olhos enxergavam as coisas de maneira diferente. Seus pais não eram diferentes dos demais – apesar das fortunas, não eram rígidos demais ou liberais demais. Sempre mantinham um equilíbrio no tratamento de sua criança, de modo a projetá-la uma liberdade enquanto era condicionada pelas opiniões engessadas e clichês que deveriam moldar sua mente. Apenas deveriam...

        Não tardou para que sua adolescência trouxesse a tona sua rebeldia, como todo bom garoto dessa faixa etária. No entanto, sua rebeldia foi nem tanto um conjunto de ações transgressoras e ataques infundados e descabidos. Na verdade, tudo o que ele fazia (e que o tornava um “rebelde”) era rebater as noções de justiça e de heroísmo pregadas de forma dogmática por seus pais. Sua mente, por alguma razão, não conseguia processar com êxito a ideia de um mundo dividido entre duas forças extremamente opostas que travam um eterno conflito. E mais: o que aconteceria se um deles ganhasse? Por que a vitória dos mocinhos da TV seria o ideal? Por que a vitória dos malvados inescrupulosos nunca sequer é cogitada, apesar de suas tramoias muitas vezes bem sucedidas?

        Conforme seus estudos amadureciam suas ideias (visto que, abastado, tinha um acesso bastante facilitado às informações), a dicotomia bem e mal foi tornando-se, talvez, obsoleto. A bipolaridade não fazia sentido para Moral, e, para sua mente em constante trabalho, deveria haver outras vias. Talvez um terceiro ramo que nascesse junto do bem e do mal, ou mesmo outras vias desses dois momentos. Mas o que aconteceria se alguém seguisse um caminho entre o bem e o mal? Se a dicotomia é necessária para o equilíbrio, o que aconteceria se alguém optasse não por um, nem por outro, mas pelo próprio equilíbrio?

        Com o despertar e o desenvolver de sua peculiaridade, não teria como dar outro rumo a ela do que a do equilíbrio. Sua vida teria como pauta o meio-termo da própria existência e da própria harmonia do mundo. A justiça em excesso tornou os heróis mais mesquinhos do que seus rivais, e o excesso de ódio tornou os vilões mais fiéis às suas ideias do que seus opositores. Em resumo, os dois lados da moeda (que não deveria ser a moeda, e sim algo com mais faces e mais pluralidade de caminhos) estavam decadentes e fugindo aos seus propósitos. Por isso, cabia a alguém seguir o caminho do próprio equilíbrio para reavê-lo.

        As escolas para onde os jovens são enviados para aprimorar suas peculiaridades e desenvolvê-las sob o tutoramento de grandes nomes do heroísmo não parecia ser um lugar agradável para Moral: muita atenção, muita gente. Sendo o meio termo, deveria agir fora da luz, sem mergulhar inteiramente nas sombras. Suas ações deveriam ser menos imediatistas, e mais, digamos, manipuladas – e essa parecia ser a chave. Usufruir o que fosse possível de seus conhecimentos e de sua peculiaridade não para tornar-se um espião ou um grande combatente, mas um simples formador de opinião e de caráter. Não colocaria a mão na massa, mas convenceria àqueles que devem ser convencidos de que as coisas deveriam ser de outra forma.

        Angest Moral seria nada menos do que um free lancer da própria justiça, e um fiel seguidor das próprias leis – as leis do equilíbrio que, em sua cabeça, ele mesmo representava.

PLUS


Perícias:
- Interrogatório: com perguntas habilidosas e muita pressão emocional, você pode conseguir a verdade de uma pessoa;
- Lábia: você consegue favores com muita bajulação e conversa mole;
- Atuação: você é um ator. Pode simular sentimos do qual não está sentindo.

Qualidades:
- Voz Encantadora (1 pontos): Existe algo em sua voz que os outros simplesmente não conseguem ignorar. Quando você dá ordens, eles se encolhem. Quando seduz, eles se desmancham. Seja trovejante, gentil, persuasiva ou simplesmente ao conversar, sua voz chama a atenção.
- Ilícito (1 ponto): Esta é a habilidade de conviver bem com má-companhia. Este aprimoramento permite que você descubra onde qualquer tipo de ato ilegal está ocorrendo, quais policiais ou burocratas locais podem ser comprados e por quanto, como contatar o submundo local, etc.
- Memória Eidética (2 pontos):Você possui uma memória "fotográfica" que permite a você recriar cenas, conversas e outras informações que você tenha visto ou ouvido exatamente como aconteceram.
Defeitos:
- Baixa Força Muscular (-2 ponto): Você nunca foi o melhor em esportas que exigem força bruta em geral, seus arremessos beiram o ridículo e seus socos são fracos quando sem ajuda de peculiaridades ou tecnologia.
- Orgulho (-1 pontos): Você põe sempre seu orgulho acima de tudo, não aceita ajuda.
- Insano/Fantasia (-1 ponto): Você acredita ser algo que não é, ou pensa que é capaz de fazer algo que não pode. Você fala de si mesmo sempre para anunciar sua fantasia para todos.
Moral crê ser o Messias, assumindo para si a função de salvar a humanidade da sua dicotomia construída e obsoleta. É um salvador, e nada tira de sua cabeça a ideia de sua própria grandeza e importância.

Players:
NPC's:

Thanks Akacchi

Supremos
Mensagens :
28
Data de inscrição :
21/11/2017

O Amaldiçoado
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum