Últimos assuntos
» 1° Episódio: O retorno de Diamond e Swift!
por Monstro Hoje à(s) 12:10 am

» Tokyo Sexwale
por Okura Ter Fev 20, 2018 4:40 pm

» CRIAÇÃO DE PECULIARIDADES
por O Emperador Dom Fev 18, 2018 1:19 pm

» Feline Fury
por O Emperador Dom Fev 18, 2018 1:19 pm

» God’s Vision
por O Emperador Dom Fev 18, 2018 1:02 pm

» A Grande Mudança
por Shino7 Qua Fev 14, 2018 1:45 pm

» [FP] Yakuzo Shimada
por Yakuzo Shimada Ter Fev 13, 2018 10:06 pm

» REGISTRO DE FACECLAIM
por Yakuzo Shimada Ter Fev 13, 2018 9:43 pm

» Com grandes poderes vem grandes oportunidades!
por Yamazaki Raizo Sab Fev 10, 2018 2:02 am

» Apparition
por O Amaldiçoado Sab Fev 10, 2018 1:48 am

» The Line Bender
por O Amaldiçoado Sab Fev 10, 2018 1:48 am

» Know Why the Nightingale Sings?
por Bijin Seg Fev 05, 2018 12:09 pm

» SOLICITAÇÃO DE NARRADOR
por Bluesday Dom Fev 04, 2018 11:38 pm

» [PEDIDO DE MISSÃO] - Howker's
por O Mestre Dom Fev 04, 2018 7:59 pm

» [PEDIDO DE MISSÃO] - Howker
por O Emperador Dom Fev 04, 2018 2:39 pm

» [FP] Raegar Howker
por O Emperador Dom Fev 04, 2018 2:34 pm

» [FP] Raegar Howker
por O Emperador Dom Fev 04, 2018 2:34 pm

» [FP] - Nico Howker
por O Emperador Dom Fev 04, 2018 2:33 pm

» I - Two and a Half Women
por Ceji Sab Fev 03, 2018 3:35 pm

» Luz, Câmera e Ação.
por Wa_Shiranai Seg Jan 29, 2018 4:09 pm

Nombre apellido
Mejor héroe
Nombre apellido
Mejor Villano
Nombre apellido
PJ más activo
Parceiros

Élite 2/40

1° Episódio: O retorno de Diamond e Swift!

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

1° Episódio: O retorno de Diamond e Swift!

Mensagem por O Mestre em Dom Fev 04, 2018 7:59 pm

MISSÃO
Civis: Raegar e Nico.

bazinga!

_________________

"É inverno no inferno e nevam brasas
Por favor, escondam-se todos em suas casas
Pois o anjo caído voa com novas asas"
avatar
Supremos
Mensagens :
273
Data de inscrição :
18/09/2017

O Mestre
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1° Episódio: O retorno de Diamond e Swift!

Mensagem por Monstro em Seg Fev 05, 2018 3:28 am


💎
Diamond Punisher

Todo mal deve ser Punido!







Estava perambulando pelas ruas do Dotonbori Street enquanto observava a aglomeração de pessoas no local. Grande parte parecia ser turista, como se essa cidade fosse grande coisa, que piada. Bom, até que tem algumas coisas interessantes, tipo: bebida e mulher. Mas isso tem em quase toda parte. – Já faz algum tempo que não vejo aquele idiota... deve estar ajudando alguma velinha a atravessar a rua! Géhehe... desperdício de tempo! Talvez eu de alguns sopapos nele pra matar a saudade! Géheheh! Sem perceber proferia em um tom de voz moderado enquanto mexia nas faixas que circulavam minha cintura, uma espécie de cinto tradicional.

Desde que nossos poderes ressurgiram, seguimos caminhos opostos para desenvolver nossas peculiaridades. No entanto, não tenho um terço do poder que já tive uma vez, ahh que merda mesmo, enfim, foda-se... não adianta ficar matutando de novo isso. – Háaa uma tequila agora cairia bem! Melhor ainda se eu encontrasse algum ladrão imbecil para sentar a porrada nele, mas seria bom encontrar uma agência para voltar a ser pago por isso. Sem me importar com os olhares alheios devido a estar conversando comigo mesmo, contudo continuaria a seguir meu caminho. Não me restava muito dinheiro e provavelmente Nico vai querer entrar em alguma agência de heróis e com certeza iria me forçar a entrar com ele, bosta... bom pelo menos vou ser pago para bater nesses vilões desgraçados.

Conforme caminharia por Dotonbori Street, pegaria meu celular no bolso, destravaria a tela e pressionaria nas ultimas chamadas com o intuito de ligar para Nico. Tinha que marcar um local de encontro para não ficar vagando por aqui. – E aí, cabeça oca! Tá por onde? Cheguei na cidade recém e estou no Street! Vou achar o bar mais próximo aqui e te espero. Não demora bundão! Desligaria o celular ao mesmo tempo que buscaria pelas placas algum local que pudesse estar escrito “bar” ou “restaurante”. Não deve ser difícil achar um bar por essas bandas. Adentraria no local e visualizaria por completo o estabelecimento, poderia ser um local tranquilo ou não... já estava acostumado a lidar com criminosos de todo tipo.

Assim que enxerga-se o Barman seguiria até o homem e olharia pelas bebidas disponíveis, caso estivessem avista. – E aí! Me vê um copo da tequila mais barata. Terminaria de proferir ao sentar no banco próximo do balcão, caso possuísse. Pegaria a bebida e tomaria num único gole ao mesmo tempo que apreciaria o doce e amargo fervor na garganta. – Eita porra! Diria ao largar o copo em cima do balcão. Mexia em meus cabelos pontiagudos esbranquiçados até me encostar no balcão e visualizar as pessoas que possivelmente estariam no local.

Assim que percebesse a chegada do cabeça de vento, e ele tentasse alguma brincadeira como fazia a alguns anos atrás, mesmo eu sendo o mais velho ele gostava de abraços entusiasmados, evitaria o golpe para lado oposto e desferiria um cascudo no topo de sua cabeça. – Lento demais! Em termos de reflexos de batalha poucos se comparariam a mim, infelizmente todo o tempo que tive de lutar e punir esses malditos criminosos acabaram aprimorando meus sentidos de combate, claro que não usaria toda a minha força, em razão de que, se era algo que eu poderia afirmar era que minha força bruta sem dúvidas era extremamente elevada, apenas socaria levemente sua cabeça de maneira que o cumprimentasse, lógico que o sorriso seria expressado, afinal ver meu irmão era algo que me alegrava. – Tá, tá... quanta empolgação! Relaxa aí essa bunda. Você demorou cacete, acabei ficando entediado aqui! Falaria ao apontar para Nico enquanto esboçava minha reação ao vê-lo após algum tempo.





"Aceite a dor, o ódio e o medo, junte tudo em seu punho e soque."


Historico:
Nome do Player: Raegar Howker
Número de Posts: 01
Vantagens: Brigão Experiente / Frieza
Desvantagens: Código de Honra: Cavalheiro / Ódio / Deficiência: Disomia / Má Fama
Perícias: Interrogatório / Armadilhas / Doma

Ganhos: N/A
Perdas: N/A

NPCs/Players: ~x~
Extras: ~x~
Objetivos na aventura:
~ Entrar em uma Agência de Herois;
~ Realizar duas missões;
~ Domar um lobo e torná-lo acompanhante;
~ Upar de Level.


Última edição por Monstro em Seg Fev 05, 2018 8:48 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Civil
Mensagens :
13
Data de inscrição :
05/11/2017

Monstro
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1° Episódio: O retorno de Diamond e Swift!

Mensagem por Yamin em Seg Fev 05, 2018 7:29 pm

True Hero


- VAMOS, VAMOS, VAMOS!!! NÃO VOU TE DEIXAR AGORA, PARCEIRO! - A dor nos músculos gritava a cada segundo que passava. Os dedos, cheio de calos, tentava puxar a barra de ferro que esmagava meu companheiro ignorando a minha dor, me mutilando para dar um pouco de ar ao amigo em perigo. O suor escorria, os dentes rangiam e a força parecia começar a chegar ao fim. Não... Não era agora que eu ia deixá-lo na mão. O vigor corria em minhas veias e, com a força de um titã, urrava na medida em que minha força ultrapassava o limite, puxando comigo o pedaço de metal que faria meu parceiro se recuperar novamente.

Enfim, cedia ao cansaço, caindo para trás e me jogando no chão de tanta exaustão. A respiração queimava, mas o sorriso no rosto não desgrudava de mim. - Já falei... Que tá pegando pesado, parceiro... Se eu não tiver por aqui, quero ver quem vai te ajudar com o peso desse supino. - Zoava, dando um tapinha no ombro do meu parceiro de academia. Já havia se passado muito tempo desde que comecei aquelas sessões e, tendo feito algumas amizades aqui e ali, pude provar para alguns que não era vergonha precisar de uma ajuda. Afinal, nunca estávamos sozinhos nessa vida, não é mesmo? - GHYAHAHAHAHAHA! Hoje foi das boas! - Me dava o luxo de gargalhar, afinal deveríamos ser um dos últimos por ali. Como sempre, um típico hábito meu de gastar todo meu estoque de energia nos exercícios, afinal precisava estar pronto pro dia em que voltasse ao trabalho, o que não imaginava estar muito longe...

Apesar do cansaço, era inegável a animação que sentia. Levantando num salto, secaria meu rosto e encararia o relógio, demorando alguns instantes para poder contar os ponteiros e ter certeza da hora que era. - É... Acho que por hoje deu. Preciso comer alguma coisa. - Com um sorriso otimista no rosto, me despediria de cada funcionário e do meu parceiro da vez de malhação, colocando meu casaco de moletom e partindo dali direto pra casa.

O corpo estaria quente demais para tentar compreender o quão frio estava a noite, mas não diminuiria a animação. Depois de alguns meses em treinamento, enfim começava a achar que a minha hora de voltar estava chegando cada vez mais perto. Por mais que tenha me afastado demais de Raegar nos últimos tempos, sabia que o encrenqueiro não perderia a oportunidade de voltar a ativa também. E, como sempre sendo tão coordenados, o telefone tocava com a música feliz que sempre deixava Raegar furioso. - GHYAHAHAHAHAHAHA! Também senti sua falta! - Brincava com o temperamento de sempre de Raegar. - Não é muito longe daqui. Chego em minutos! - É... O dia sempre podia melhorar! Quanto tempo não via Raegar.. Nem quero me perguntar o que ele havia feito nesse meio tempo. Dessa forma, começaria uma breve corrida até o ponto de encontro. Como morador da cidade, imaginava mais ou menos onde seria o tal bar que ele iria se esconder, não perdendo tempo para chegar o quanto antes.  

Caso alcançasse o lugar, ainda evitaria chamar atenção de início, olhando para os lados e buscando os cabelos pontudos do irmão. Me aproximaria por trás do mesmo e, agarrando-o num mata-leão, esfregaria o punho em sua cabeça, dando-lhe um cascudo clássico. - Você ainda mantém essa cara de zangado sempre?! GHYAHAHAHAHAHAHA! Não se preocupe, seu irmão tá de volta!! - E, olhando para o garçom, sorriria com a minha típica energia contagiante. - E pra mim um copo bem grande de limonada e um baldão de batata com cheddar! Hoje é dia de comemorar!

(C) Ross
avatar
Civil
Mensagens :
10
Data de inscrição :
10/01/2018

Yamin
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1° Episódio: O retorno de Diamond e Swift!

Mensagem por O Mestre em Ter Fev 06, 2018 10:43 pm




Ato 1: O s aposentados de volta a ativa



O Homem enorme caminhava pelas ruas, ele pensava em voz alta sobre seu passado e a oportunidade de rever seu dinheirinho, afinal prender heróis de graça é no mínimo rumar pra falência lentamente o tempo não estava muito bom la fora o clima esfriava rapidamente, parecia a chegada do inverno por aquela região do japão, deveria começar a nevar em questão de poucos dias provavelmente, ou em algumas horas pelo frio que fazia não era de se imaginar, as pessoas das ruas faziam um olhar estranho pra ele deviam imaginar com quem ele falava mas pela musculatura dele ninguém se metia a perguntar nada, era meio grande demais pra se mexer.

Já em outro canto estava Nico treinando com seu parceiro de academia que puxava um ferro (Esse cara ainda vai se estrangular malhado peito um dia desses) mas parecia se forçar bem além do que era capaz o que fazia o jovem aposentado ter que ajudar ele. - É que eu achei que eu consegui dessa vez, mas vou pegar mais leve.- era mentira de fato, ele não ia pegar mais leve mas devia tranquilizar o garoto que já tinha coisas demais pra se preocupar ate que o toque do telefone o tirava do momento ali, era seu velho amigo Raegar Howker.

Os dois conversavam por alguns instantes decidindo por se encontrar em um bar aleatório na Dotonbori Street, a forma de ambos se tratarem era bem diferente e isso era de fato notavel, sem muitas informações o grandalhão desligava, já Nico saia correndo dali pra encontrar seu amigo, não era muito difícil achar um bar ali, ele rapidamente via um chamado “Nomitai” sugestivo, e meio estranho o nome indicar querer beber, mas o que dizer, era um bar.

Ele adentrava ao local já pedindo uma Tequila, o dono era um velho, que o atendia rapidamente. -Muito bem garoto aqui está.- Ele já pegava a garrafa a colocando o copo no balcão e deixando a dose para o grandão, enquanto, esperava pra ver sua face após tomar, era um velho de barba longa e lisa, parecia ser chinês na verdade, o bar era bem cuidado, as paredes eram pintadas em verde e azul, e claro as divisórias entre as salas eram de papel, o chão tinha uma cerâmica negra, provavelmente pra disfarçar quando estivesse sujo, além disso as mesas todas eram redondas e de uma madeira envernizada extremamente bonita, mantendo a cor natural, o mesmo se dizia do balcão e do alto banco que o heroi sentava.

O primeiro gole da cana trevosa fazia a garganta queimar “Eita porra” era o que saia depois de uma daquelas, de fato não era pra menos, os clientes por ali faziam cara de riso enquanto o velho atrás do balcão gargalhava -HHAHAHAAHAHAHAHAHA Você virou tudo, essa é nossa Tequila gratuita, não achei que alguém fosse virar ela, não me julgue você pediu o mais barato hahahaahahahah- O velho não conseguia mais parar de maneira nenhuma estava quase infartando já, mas nesse momento chegava Nico mudando o foco.

Minutos antes do velho quase morrendo, nico corria, haviam vários homens encapuzados em cima de prédios ali por perto eles miravam para um ponto central, mas pareciam não ter nada estranho com eles ou ao menos não suspeito de maneira muito explicita, mas voltemos ao bar. O garoto então fazia seu pedido depois de falar com o irmão maior, o que era rapidamente atendido também, a bebida chegava rápido mas a batata ia demorar. -A batata chega logo.- flava ele colocando a limonada na mesa pra Nico









Considerações:
Bem, demorei mas to aqui, primeiro eu sei que meu post não tá lá essas coisas, fiz ele meio corrido então me desculpem, mas vamos tentar nos divertir por aqui, to com uma plot mental, bom mesmo com certas limitações em relação a poder eu costumo as vezes dar um boost aos narrados durante a narrativa pra enfrentar um perigo maior, sabe aquela cena de determinação shounen? Pois é shuahsuhaush eu curto de vez em quando ter uma, mas sem forçar nada na plot, bem vamos nessa

Ponham o link das fichas na sing, ou nos históricos, pra dar uma facilitada na minha vida shuahsuas

_________________

"É inverno no inferno e nevam brasas
Por favor, escondam-se todos em suas casas
Pois o anjo caído voa com novas asas"
avatar
Supremos
Mensagens :
273
Data de inscrição :
18/09/2017

O Mestre
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1° Episódio: O retorno de Diamond e Swift!

Mensagem por Monstro em Qui Fev 08, 2018 3:16 pm


💎
Diamond Punisher

Todo mal deve ser Punido!







"Não sei qual é a graça, velho gagá! Estou com cara de palhaço por acaso? Tsc, vou deixar essa passar pela bebida ter sido de graça. Se não ia te encher de porrada seu brocha." Enquanto escutava as gargalhadas do Barman, o que me deixou puto por um tempo, até estava quase pronto para soquear esse barbudo viado, Nico havia chegado e acabou me distraindo por um momento, pois, ia logo pedindo uma bebida de garotinho e comida estilo fast food, ele não muda mesmo é bem a cara dele." O sorriso se manifestava com a chegada do caçula, me fazendo até esquecer da gaitada do velho.


– Héhh... limonada é? Pelo visto ainda não perdeu o cabaço né? Géhehehe! Enfim, quais são as novas? Ando ultimamente entediado! Desde que nossos poderes voltaram, a porra da ideia de voltar a ser herói matuta na minha cabeça. Ainda não me decidi se vale apena ou não voltar! Claro que eu curto sentar a porrada nesses criminosos filhos da puta e o dinheiro é bom, mas receber ordens é um porre! Começava a dialogar com Nico enquanto observava o copo da tequila vazio. Era a única pessoa com quem eu realmente gostava de conversar. – Não sei a sua, mas a minha individualidade ainda não está nem perto do que já foi e isso me aborrece pra cacete! Terminava de falar ao virar o rosto e observar todo o restaurante.

Não sabia ao certo dizer como, mas um pressentimento, algo parecido como sexto sentido ou pressagio, existe vários nomes para isso, esse calafrio pertinente me incomodava desde que havia chegado na cidade. Estava tentando ignorar, mas parecia que cada vez mais aumentava. Não era como se eu possuísse um poder ou uma habilidade que pressentisse perigo, era mais como eu posso dizer... uma fera sentindo o odor de sua presa. – Aí velhote! Sabe dizer se ultimamente anda ocorrendo muito ataque de vilões ou criminosos por esse local? Fazia uma pergunta fintando nos olhos o Barman.

Possuía habilidade especificas para obter informações, mas não era como se eu estivesse usando-a no momento. Apenas fazia uma pergunta simples e seguia meus afiados instintos. – Hmmm... esboçaria um ar de entendimento após ouvir as palavras do velho. – Mas e aí, bundão! Tá afim de caçar? Géhehehe! Terminaria de falar ao expressar um sorriso e olhar sádico, praticamente diabólico. Era algo inevitável, pois, a vontade de bater em alguns ladrões estava insurgindo e só de pensar já me alegrava um bocado.


Provavelmente Nico iria querer terminar seu Mac Lanche feliz, tadinho dele... deixaria ele terminar afinal, o irmão mais velho tem que cuidar do mais novo. – Estou sem fome agora. Assim que terminar seu piquenique vamos dar uma volta e caçar uns demônios, Géhehehe! Talvez isso abra meu apetite. Terminaria de falar ao estalar os dedos da mão. Estava começando a me empolgar, pois que, o tédio era um saco. Seria bom voltar a ativa, ainda mais com Nico. Em nosso auge, ainda na juventude, formávamos uma boa dupla. Não seria uma má ideia retomar isso.





"Aceite a dor, o ódio e o medo, junte tudo em seu punho e soque."


Historico:
Nome do Player: Raegar Howker
Número de Posts: 02
Vantagens: Brigão Experiente / Frieza
Desvantagens: Código de Honra: Cavalheiro / Ódio / Deficiência: Disomia / Má Fama
Perícias: Interrogatório / Armadilhas / Doma

Ganhos: N/A
Perdas: N/A

NPCs/Players: Nico Howker; irmão.
Extras: ~x~
Objetivos na aventura:
~ Entrar em uma Agência de Herois;
~ Realizar duas missões;
~ Domar um lobo e torná-lo acompanhante;
~ Upar de Level.
avatar
Civil
Mensagens :
13
Data de inscrição :
05/11/2017

Monstro
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1° Episódio: O retorno de Diamond e Swift!

Mensagem por Yamin em Sex Fev 09, 2018 4:20 pm

True Hero


Ahhh, Raegar... Nunca muda mesmo. Seu jeito durão de ver as coisas, como se colocasse toda proteção que sua peculiaridade gerasse ao redor de seu coração, tornando-o frio e duro como aço. O cheiro de álcool barato vindo de seu hálito enquanto falava me fazia relembrar os tempos antigos, antes de tudo acontecer... Mas deixemos os pensamentos negativos pra lá! Meu irmão está aqui, ora bolas, era motivo o suficiente pra sorrir! - Cabaço? GHYAHAHAHAHAHAHA! Tá brincando? Eu até me casei, olha só. - Falaria, enfiando a mão em meus bolsos como se buscasse uma foto minha e de minha esposa juntos e, após alguns instantes, retiraria a mão da vestimenta mostrando para Raegar o dedo do meio. - GHYAHAHAHAHAHA! Bom te ter por perto. - E me sentaria, dando uma primeira golada na limonada. Era bom refrescar depois de tanto exercício...

Com um suspiro após a golada, encararia o balcão com um certo pessimismo, pois as lembranças que me assolavam agora da época em que havíamos perdido nossos poderes talvez fossem as únicas memórias que fizesse meu brilho escurecer. - É... Não consigo fazer nem metade do que já fui capaz. - E, não deixando que aquilo me abalasse, bateria o punho no balcão, em seguida olhando para meu irmão com um sorriso de orelha a orelha. - Mas isso vai mudar!! Um desafio para os irmãos Howker será interessante pra voltarmos a todo o vapor, huh?! - Brindaria com o que ele tivesse bebendo, mesmo que não erguesse o copo para fazer o mesmo.

Com as batatas em minha frente, colocaria um punhado na boca como se nunca nem tivesse comido na vida, saboreando todo o queijo que eu fosse capaz de provar. - E quer saber? Essa cidade merece ver uns heróis de verdade. Devemos começar hoje mesmo! Certeza que tem agências por perto que possa nos dar um caminho. - E, após comer tudo, deixaria alguma grana que fosse o suficiente pra pagar as contas, caso necessário, e então falaria com o barman. - E tenho certeza que nosso amigo da noite aqui sabe onde tem uma agência por aqui, certo? Se seu conhecimento for tão bom quanto essas batatas, então iremos parar no melhor lugar possível! - Animaria a situação, tentando levantar os ânimos e nos dar um pontapé principal pro caminho que queríamos trilhar.

(C) Ross
avatar
Civil
Mensagens :
10
Data de inscrição :
10/01/2018

Yamin
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1° Episódio: O retorno de Diamond e Swift!

Mensagem por O Mestre em Sab Fev 10, 2018 1:24 pm




Ato 2: A história da bruxa carmesim



A interação dos irmãos era ainda mais engraçada pra o velho do bar ele não estava rindo mas parecia observar friamente o momento, apesar da face ameaçadora de Raegar que sim ele havia percebido, ele não se importava, ou já havia vivido demais pra se importar de morrer, ou era forte demais pra ser morto facilmente, de qualquer um dos dois ser um velho só indica que você sobreviveu a muito nesse mundo cruel, seja sorte ou de fato habilidade, Raegar ainda implicava com seu irmão que tinha uma bela resposta de troca, sobre o casamento, apenas colocando a mão no bolso e a tirando como se fosse mostrar de fato uma foto, mas mostrava o dedo pra ele. O velho ate tentava se segurar mas estourava a segunda vez rindo.

Eles dialogavam um pouco sobre suas peculiaridades, enquanto o dono coçava a barba ainda prestando atenção mas agora colocando as batatas sobre o balcão, importante fato, já que o menino estava com fome, e aproveitando dos poucos momentos de silêncio Raegar perguntava ao velho sobre ataques. -Há sim há uma coisa que vem acontecendo aqui, um grupo estranho vem e vaga pelas noites e simplesmente vandaliza as ruas e roubam das pessoas das áreas mais ricas, mas eis ai o problema.- Ele coçava a barba subindo num tamborete e apertando num botão que soltava uma música épica, aquelas de histórias de heróis e cavaleiros, e completamente expressivo e movimentando suas mãos ele contava a história. -MAS com tudo isso os pobres a veneram, pois todo o dinheiro pego está indo pra eles ao que se sabe, a líder deles é chamada de A Bruxa carmesim, não tem muito sobre ela, mas os magnatas estão oferecendo uma boa quantia em dinheiro pra quem entregar ela a eles, dizem que ela é uma das mulheres mais perigosas de Osaka.- ele terminava mudando a faixa de música no som. Ele olhava pra fora e já descia do tamborete.

- Saibam que a única coisa ate hoje de marca e rastros que encontraram são flores, sempre está cheio de flores no local.- e depois disso ele enchia o como com a tequila gratuita pra Raegar, enquanto nico estava se deliciando, mas assim que terminava os dois combinavam de caçar e Nico claro queria que eles já fossem heróis no fim das contas e ele estava de fato certo, receber pelo serviço é sempre mais satisfatório, então ele tentava se informar com o velho, alguma agência por perto. - Se temos uma agência por perto? Mas claro!!!- Falava ele subindo no balcão e fazendo a postura da garça muito comum no kung-fu. - Eu tenho um agencia bem aqui, por trás desse local, antigo herói número um da china Pai Mei, se quiserem ser contratados começamos seu teste agora mesmo o que acham?- dizia tal já descendo do balcão abrindo uma porta pra eles esperando que eles fossem positivos é claro e seria boma pra a agência dele no geral.

Se dissessem sim ele os guiaria pôr a porta pra dentro. - Bem-vindos a Agência de heróis Yin Yang, me sigam.- era um lugar enorme, e bem estruturado tinham pessoas andando por todo o lugar, entre eles alguns heróis uniformizados tinham ao menos 5 deles saindo da agência par as ruas, computadores e toda uma área tecnológica e claro o ponto onde eles seriam testados, havia de tudo lá, uma piscina pra nados, uma larga pista de corrida, de 300m, além de alteres, e todos os aparelhos de musculatura, além de uma área especial, fechada para o teste das peculiaridades, era cheia de alvos muito altos no teto outro baixos, e tinha coisas que pareciam armadilhas, talvez alvos que também as fossem e finalmente o barbudo começaria a explicar. - Eu quero um tour completo nos aparelhos, façam todos os testes de levantamento de peso, depois resistência correndo, Natação e por último, quando terminarem todos quero 100 flexões se passarem disso, eu mando vocês pra testarmos suas peculiaridades. Aqui é o lugar dos melhores heróis, não treino fracotes vamos.- o olhar dele não era como o de antes, lembrava muito uma águia, olhos de um predador que ataca dos céus olhando suas presas de cima, esse velho não era normal com toda certeza.











Considerações:
Dei a introdução da agência, e de como vocês podem virar heróis, se já leram one punch man shasuhuahs claro que já leram aheuheuheuheu mas em fim é um pouco parecido, eles vão fazer alguns testes e tal pra ver se não perderam a forma, passando essa informação em off por que os chars de vocês tecnicamente já sabem disso in game, e que varia de agência pra agência o teste, mas tem uma similaridade

E sim o velho é maluco.

_________________

"É inverno no inferno e nevam brasas
Por favor, escondam-se todos em suas casas
Pois o anjo caído voa com novas asas"
avatar
Supremos
Mensagens :
273
Data de inscrição :
18/09/2017

O Mestre
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1° Episódio: O retorno de Diamond e Swift!

Mensagem por Monstro em Qui Fev 15, 2018 1:57 am


💎
Diamond Punisher

Todo mal deve ser Punido!



~~ Recomeço ~~



Apesar de achar a piada do Nico meio bosta, o sorriso permaneceu no rosto durante um tempo. Era nostálgico esse momento e simplesmente não pude esconder o riso. O velho então respondia a minha pergunta e dizia algo sobre um grupo de vândalos que mais pareciam arruaceiros do que criminosos. Mas que porra é essa? Seu velho gagá. Colocando musica para enfatizar tuas palavras? Tsc, que idiotice.

Tirando a musica que era nada agradável, pelo menos para mim, o velho continuava a explicar sobre a líder ou chefe desse tal grupo de ladrões. Hmm! A bruxa carmesim? Puta merda... tinha que ser logo uma mulher? Tsc. E ainda por cima a mais perigosa?! É, pelo visto a noite será agitada. Enquanto Nico perguntava sobre uma agência, o velho voltava a encher meu copo e num único gole tomava aquela bebida alcoólica que mais parecia água fervente descendo pela goela.

O barbudo dizia ser um antigo herói, apesar de eu duvidar muito se ele realmente foi o numero um afinal, não me lembro de nenhum Pai Mei. Foda-se mesmo, minha memoria não é das melhores. Ele dizia sobre fazer o teste para adentrar na sua agência, algo costumeiro para averiguar o condicionamento físico e o poder do indivíduo, mas realmente é um saco. Já nem lembro mais como se faz isso. Fiz isso a tantos anos atrás que é humilhante ter que refazer.


Minha face realmente não parecia empolgado com a situação, mas ao olhar para Nico, seu rosto estava tão animado quanto a Cinderela indo ao baile. Deixando o idiota indo na frente seguiria logo atrás com as mãos no bolso e refletindo sobre a tal bruxa. Vai ser um saco ter que enfrentar uma mulher como adversário! Eu poderia recusar essa missão, mas se Nico souber que eu não luto contra o sexo feminino vai me zoar um bom tempo, é melhor eu me manter quieto e na hora do quebra pau eu dou um jeito.

Conforme íamos seguindo o ancião, chegávamos a um local bem amplo. Nem dava para imaginar que um estabelecimento poderia conter um subsolo tão grande assim. – Yin Yang... sério? Expressava uma cara de surpreso ao saber do nome da agência de heróis. Poderia ter colocado um nome melhor, não? Bom... não que eu ligue mesmo, então que se dane. Observava o local por completo e não parecia ser ruim. Para um recomeço até que estava razoavelmente aprazível.


O velho começava a dar instruções para o teste de sua agência, a principio parecia ser algo realmente fácil de fazer, para alguém esforçado nesse tipo de situação... é, tipo esse idiota do meu lado que tá mais empolgado que puta ao ver dinheiro. – Háaaa que saco. Dizia expressando uma face de desanimado. Agora que já estou aqui vamos fazer esse teste de merda. Refletia ao caminhar até os aparelhos para então dar inicio no teste, mas antes viraria para Nico e diria. – Vê se não se empolga demais, cabeça de vento! Após dito me deslocaria até a academia para puxar um ferro.

Apesar de algum tempo não frequentar academia, o corpo ainda se lembrava dos exercícios e logo procederia com um treino simples, apenas para mostrar ao velhote que eu estava com meus músculos firmes e fortes, mesmo que minha aparência estrutural já imponha isso. Começaria com supino reto, três sessões entre oito a doze repetições. Colocaria algumas anilhas na barra e quanto maior o peso, menor a quantidade de repetições, mas não era como se eu realmente estivesse dando o meu máximo, por enquanto.

Em seguida pegaria alguns peses já montados e daria início a três sessões, entre dez a vinte repetições, esmagando o bíceps num movimento rotatório. O suor logo explodiria, pois, o corpo já estaria demonstrando alto índice de adrenalina. Após terminado o bíceps martelo, começaria a fazer quatro sessões de leg press ou alguma maquina parecia para mostrar a força do quadríceps e posterior. Faria um levantamento terra, remada sentado, barra solta, tríceps na máquina, e entre outros. Poucas sessões, mas agregando um treino com basicamente quase todos os grupamentos musculares... claro que eu sabia que isso não era adequado a um treino normal, mas foda-se... não ligo mesmo.

O cansaço logo surgiria, muitos exercícios começariam a fadigar os músculos. Por sorte que havia tomado apenas dois copos de bebidas, mas não era como se me afetasse de fato. Após alguns minutos retomando o folego, iria para a pista de corrida e começaria a correr. Minha especialidade nunca foi velocidade, apesar de minha aceleração ser boa, mas faria uma corrida lenta. O velho não disse que havia tempo, então era mais pra testar a resistência e com certeza isso era minha especialidade.

Após terminar a corrida, fazendo uma pausa de alguns minutos para descansar, iria até o local que havia uma piscina para iniciar um dos últimos testes. – Até que um banho agora seria bom! Géhehehe. Falaria para mim mesmo enquanto me despia, ficando apenas de calção. Nadaria fazendo um percurso de dez voltas e então sairia da piscina alongando o corpo. – É, to ficando velho mesmo... toma no cú. Fique cansado só fazendo isso! Falaria bravo comigo mesmo pelo fato de estar já bem cansado. Após um tempo descansando e já seco, me vestiria e iria até o velhote.


Agora só faltava fazer as malditas flexões e finalizar o teste físico desse velho broxa. Claro que cem flexões era moleza, mas já fadigado como eu estava era uma puta sacanagem. Começaria a fazer e quando chegasse na metade, bufando e quase morrendo, aí sim surgiria minha gana para terminar o ultimo teste. – Bem que o teste podia ser quem bebia mais! Falaria em um tom sarcástico enquanto percebia meu suor ressurgir e preencher o chão ao qual estaria exercendo as flexões.

Após terminado meu corpo acabará por desabar e eu estaria jogado no chão e apenas olhando para o teto. – Agora lembrei porque não queria fazer essa merda de teste! Já tá satisfeito, seu velho caduco? Falaria em um tom mais elevado pelo fato de ofegar constantemente. Quando Nico chegasse voltaria a ficar de pé com um movimento parecido com um mortal para frente. – E então que teste é esse sobre a peculiaridade? Vamos de uma vez que agora eu to frenético! Falaria ao estalar o pescoço e alongar as articulações para relaxar o corpo. Provavelmente seria um combate ou algo do gênero. Talvez um local para testar seu poder em algum tipo de situação própria para sua individualidade. Enfim, de qualquer forma mesmo com nossos poderes reduzidos, possivelmente passaremos.





"Aceite a dor, o ódio e o medo, junte tudo em seu punho e soque."


Historico:
Nome do Player: Raegar Howker
Número de Posts: 03
Vantagens: Brigão Experiente / Frieza
Desvantagens: Código de Honra: Cavalheiro / Ódio / Deficiência: Disomia / Má Fama
Perícias: Interrogatório / Armadilhas / Doma

Ganhos: N/A
Perdas: N/A

NPCs/Players: Nico Howker; irmão.
Extras: ~x~
Objetivos na aventura:
~ Entrar em uma Agência de Herois;
~ Realizar duas missões;
~ Domar um lobo e torná-lo acompanhante;
~ Upar de Level.


Última edição por Monstro em Qua Fev 21, 2018 2:26 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Civil
Mensagens :
13
Data de inscrição :
05/11/2017

Monstro
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1° Episódio: O retorno de Diamond e Swift!

Mensagem por Yamin em Sab Fev 17, 2018 4:56 pm

True Hero


Era tanta energia e animação que eu começava a batucar o balcão de bebidas com a boca cheia de batata frita, com o sorriso mais largo que eu conseguia fazer sem deixar a comida escapar da boca. - Cê ouviu?! Uma agência bem aqui. A gente tá com sorte, GHYAHAHAHAHAHA! - Me animava junto ao pequeno homem, aplaudindo suas performances enquanto Raegar só resmungava e fechava a cara. Puxava meu irmão para perto, num abraço forte, e até mesmo me balançava com ele no ritmo da música, como se tentasse transferir essa positividade pro cabeça de metal. - Os irmãos Howker topam qualquer parada! GHYAHAHAHAHA!

Finalizando minhas batatas e minha limonada, enfim acompanhava o velho por detrás do bar, onde sabe-se lá o que nos aguardava. Devo dizer... Mesmo com tanta positividade, jamais imaginaria que o lugar fosse ser algo além de um escritório pequeno e meio caindo aos pedaços, mas meu queixo caía quando via toda a estrutura do estabelecimento. - CARACA!!! AGÊNCIAS YIN E YANG?! Nunca ouvi falar, mas o nome é épico! - Os olhos percorriam todo o lugar como se fosse uma criança numa loja de brinquedos. A quantidade de pessoas também me surpreendia, assim como os equipamentos.

E então éramos instruídos a começar a tour pelos equipamentos, onde pela primeira vez via alguma animação vinda de Raegar, apesar da maneira rude de expressar. - Vê se não briga com a água da piscina, GHYAHAHAAHHAHA! - E, assim como ele, começaria a tour por todo o lugar, começando pelos pesos disponíveis a nós. Ali, me sentaria em algum banco, arrastaria pesos que eu já estava acostumado a levantar na academia e começaria a malhar os bíceps, forçando-os com 100% de mim, como eu sempre fazia. Com o apoio da lateral do joelho, puxaria o ferro em sequências longas, demonstrando não a minha força, mas a minha resistência. Eu não era mais forte fisicamente do que Raegar, é verdade, mas algo que sempre me destaquei foi minha perseverança, nunca desistindo do meu objetivo. Dali, passaria direto pro supino, me lembrando de hoje mais cedo na academia onde aquela tarefa estava começando a se tornar algo impossível depois de algumas horas fazendo.

O suor encharcava minha camisa, mas por sorte ela já estava suada da academia mesmo. Meu corpo ainda estava quente de antes e esperava que minha performance pudesse me fazer destacar dentre os demais. Com o corpo fadigado de tanta repetição, respiraria fundo enquanto olhava Raegar, rindo ao ver as caras e bocas que o mesmo fazia depois de tanto esforço. Até mesmo me aproximaria na brincadeira, ficando próximo o suficiente e rindo baixinho, apenas para tirar a concentração dele. Nunca me cansava de implicar com meu irmão....

Agora, já na corrida, eu sempre fui melhor mesmo. Meus principais atributos eram a velocidade, eu era a velocidade! Claro que ainda não poderia usar minhas habilidades aqui... Mas eu sabia que me garantiria! E com toda essa energia e otimismo, eu partia pela pista de corrida como um atleta, explodindo em velocidade logo nas primeiras passadas. Deixaria que o calor e adrenalina me movessem, como uma máquina a todo o vapor, deixando o meu corpo mais aerodinâmico e ultrapassando meus próprios limites, muito além de 100% de mim! - VROOOOOM!!! - Exclamaria, bem alto, brincando com a ideia da minha velocidade absurda, soltando o ar de meus pulmões para então puxá-los com força logo em seguida.

Com a mesma corrida em que eu finalizasse o percurso, eu correria direto pra piscina e, sem sequer parar, sairia pulando igual a um doido na água tirando a roupa no meio do caminho até ficar de roupa de baixo, aproveitando minha velocidade e pique. Com o frescor da água, esperava restaurar um pouco do vigor em mim e, com as braçadas velozes, manteria e velocidade na água, dando voltas e mais voltas pela piscina até o corpo começar a doer, onde eu pularia para fora da piscina já rolando pelo chão, estirado ali mesmo enquanto respirava com dificuldade. - OOOOOOOOOOOSH!!! GHYAHAHAHAHAHA! - Soltava todo o ar de meus pulmões em alegria pelos meus resultados. Claro que ainda faltava mais uma tarefa, provavelmente a mais difícil visto o cansaço de meu corpo... Mas eu não podia desistir agora!

Eu já sabia a técnica, sabia o método pra não acabar com minha energia toda logo de cara. Descansaria por um bom tempo e, aproveitando a pouca roupa e a leveza do corpo, começaria as flexões assim que o peitoral e braços estivessem relaxados novamente, então me dirigindo até o lugar adequado pra começar. Eu não priorizaria a velocidade, mas sabia que se eu demorasse demais nas flexões, o peso do corpo cansaria ainda mais os músculos do que a própria repetição em si. Por isso, manteria a velocidade constante, fazendo a contagem mental para não cansar os pulmões falando. Sei que depois da metade, certamente os músculos já estariam trêmulos, mas a persistência me permitia continuar e assim faria até o corpo cair. Mas sabia que podia contar com meu corpo, estava preparando ele fazia meses pra momento assim, por isso vivia na academia, então não iria me decepcionar.

Com o fim de tudo, me jogaria para o lado com um sorriso largo no rosto, respirando com dificuldade. Ergueria a mão com brutalidade, com o dedão pra cima em aprovação à minha conclusão do treino.



Erguido, andaria até Pai Mei, ainda de cueca por não ter me tocado que estava daquele jeito. Com as mãos na cintura, daria uns tapas nas costas de Raegar, que também deveria ter terminado o treino. - E então, quando a verdadeira ação começa? GHYAHAHAHAHAHAHAHA!

(C) Ross
avatar
Civil
Mensagens :
10
Data de inscrição :
10/01/2018

Yamin
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1° Episódio: O retorno de Diamond e Swift!

Mensagem por O Mestre Ontem à(s) 7:58 pm




Ato 3: O maior teste vem agora



Os dois irmão se esforçavam um a um começando a fazer o tour mostrando as habilidades que construíram em seu tempo, claro que bem nerfadas e na verdade abaixo do que estavam eles mesmos acostumados, Nico iniciava levantando os pesos, e Raegar já partia aos supinos, ambos faziam tudo aquilo muito bem, o velho coçava a barba observando. - Acelerem isso ai, acelerem hahahaahha.- ele tossia terminando a risada, eles prosseguiam fazendo toda a série de exercícios, Raegar agora se lembrava o por que desses testes serem um saco, claro que era isso, levantando do chão ele se preparava e nico por algum motivo estava de cueca ainda, Pai Mei tinha observado cada leve momento, desde os alteres ate mesmo o final com as 100 flexões cada pequeno detalhe estava gravado na mente daquele velho assustador.

Assim que ambos terminavam ele passava para a próxima fase sem dar verdadeiramente um tempo longo de descanso nem qualquer coisa do tipo ele abria a porta do outro lugar, e mostrava a sala parecia vazia, mas era enorme.- veem esse lugar? Alvos sairão de todos os cantos seu objetivo é usar as peculiaridades pra atingir os alvos.- ele adentrava ao local fechando a porta.- Deixe-me demonstrar.- o velho dava um gigante dash ate mesmo difícil de enxergar aos olhos, era um salto preciso no primeiro alvo que aparecia, o socando bem no centro e pulverizando ele. E o mesmo acontecia em segundos com todos os alvos, quase impossível pra os olhos acompanhar os movimentos do velho.

Ele saia la pra fora e estalava os ossos.- Pena que não posso usar minha peculiaridade ou a sala ruiria, mas deu pra vocês entenderem não é? Usem suas peculiaridades sabiamente, e tudo funcionará perfeitamente, agora vão.- ele dava um sorrisinho maligno esperando para ver o que eles seriam capazes de fazer, e como a sala tinha um espaço imenso eles poderiam fazer todo tipo de coisa espalhafatosa ali, saltar, correr, lançar o outro no alvo, e por ai vai a lista era infinita, a moça na cabine de comando da sala estava preparada pra acionar o modo Hardcore swift da máquina, ou era como o velho gostava de chamar, bem eles vão descobrir o que é isso.

Assim que os dois entrassem na sala poderiam perceber já o primeiro alvo brotando ao chão ele começava saindo a direita, parecia simples, mas em poucos segundo o segundo alvo já surgia. E aparentemente a velocidade das aparições iriam aumentando, agora tudo ia depender do esforço dele para demonstrar bom uso de suas peculiaridades para fazer um trabalho maior e mais bem desenvolvido nessa faze do teste e depois dela, poderiam correr pro abraço ao velho, na verdade será mesmo?







Considerações:
Desculpem a demora Guys, a vida me trollou, pra piorar estou com um virose agora, passei a madrugada e a manhã no soro, acabei só tendo tempo agora.

_________________

"É inverno no inferno e nevam brasas
Por favor, escondam-se todos em suas casas
Pois o anjo caído voa com novas asas"
avatar
Supremos
Mensagens :
273
Data de inscrição :
18/09/2017

O Mestre
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1° Episódio: O retorno de Diamond e Swift!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum