Últimos assuntos
» 1° Episódio: O retorno de Diamond e Swift!
por Monstro Hoje à(s) 12:10 am

» Tokyo Sexwale
por Okura Ter Fev 20, 2018 4:40 pm

» CRIAÇÃO DE PECULIARIDADES
por O Emperador Dom Fev 18, 2018 1:19 pm

» Feline Fury
por O Emperador Dom Fev 18, 2018 1:19 pm

» God’s Vision
por O Emperador Dom Fev 18, 2018 1:02 pm

» A Grande Mudança
por Shino7 Qua Fev 14, 2018 1:45 pm

» [FP] Yakuzo Shimada
por Yakuzo Shimada Ter Fev 13, 2018 10:06 pm

» REGISTRO DE FACECLAIM
por Yakuzo Shimada Ter Fev 13, 2018 9:43 pm

» Com grandes poderes vem grandes oportunidades!
por Yamazaki Raizo Sab Fev 10, 2018 2:02 am

» Apparition
por O Amaldiçoado Sab Fev 10, 2018 1:48 am

» The Line Bender
por O Amaldiçoado Sab Fev 10, 2018 1:48 am

» Know Why the Nightingale Sings?
por Bijin Seg Fev 05, 2018 12:09 pm

» SOLICITAÇÃO DE NARRADOR
por Bluesday Dom Fev 04, 2018 11:38 pm

» [PEDIDO DE MISSÃO] - Howker's
por O Mestre Dom Fev 04, 2018 7:59 pm

» [PEDIDO DE MISSÃO] - Howker
por O Emperador Dom Fev 04, 2018 2:39 pm

» [FP] Raegar Howker
por O Emperador Dom Fev 04, 2018 2:34 pm

» [FP] Raegar Howker
por O Emperador Dom Fev 04, 2018 2:34 pm

» [FP] - Nico Howker
por O Emperador Dom Fev 04, 2018 2:33 pm

» I - Two and a Half Women
por Ceji Sab Fev 03, 2018 3:35 pm

» Luz, Câmera e Ação.
por Wa_Shiranai Seg Jan 29, 2018 4:09 pm

Nombre apellido
Mejor héroe
Nombre apellido
Mejor Villano
Nombre apellido
PJ más activo
Parceiros

Élite 2/40

XP XP XP XP XP XP

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: XP XP XP XP XP XP

Mensagem por dragonmbr em Dom Nov 05, 2017 3:48 pm



Eu novamente estaria quieto comendo quando fui interrompido — NPC? Você já pensou em ir pra um hospício, merda do caralho! Está perdendo o amor a vida? - , notaria que ele estava preste a dar um soco em mim. Meu humor já estava péssimo eu estaria prestes a explodi. Olharia para meu irmão e me lembraria do seu sonho de ser herói , eu não poderia estragar o relacionamento com o único outro jogador que eu conhecia. Respiraria fundo e começaria a contar mentalmente ”1, 2 ,3 , 4, 5, 6 , 7, 8, 9 , 10“ tentaria mante a respiração no mesmo ritmo que eu contava, tentando me acalmar com isso. - Polícia! Polícia! - escutaria o NPC cara de buceta chamar a policia. Nesse momento batucaria com meus dedos na mesa e voltaria a contar mentalmente enquanto pensava ”Se acalme, se acalme, é só o merda do narrador querendo foder com sua vida. Não irei dar para ele o que ele quer. Se acalme!!”

Infelizmente para meu irmão todo meu alto controle sumiria assim que ouvisse o NPC cara de buceta falar -Estes dois meliantes estão enchendo o saco e atrapalhando meus fregueses! Tire eles daqui!- Apontaria minha mão livre na direção do rosto do NPC cara de quem me chamo de meliante e falaria alto para que todos ouvissem mentalmente -Meliante é teu cu, seu arrombado do caralho, nos só queríamos um pouco de ramen, e você veio aqui na nossa mesa tirar sarro com minha cara, ninguém te convidou para conversar você que veio se meter no nossos assuntos. E outra eu que deveria chamar a policia, já que seu irmão me ameaçou de morte e estava prestes a me agredir -.

Após falar isso eu iria em direção a saída da barraca de Ramen puxando o NPC chifrudo junto se necessário, já que ele estava me segurando, não queria ficar naquele lugar de Maldito nem um minuto a mais em meus lábios estariam proferindo uma enxurrada de ofensas ao narrador em dinamarquês, que não valem a pena serem descritas. Não falaria com o NPC chifrudo. Meu humor estava péssimo e não queria que outro NPC randômico que não tinha nem foto estragasse ele mais ainda.
avatar
Narrador
Mensagens :
66
Data de inscrição :
23/10/2017

dragonmbr
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: XP XP XP XP XP XP

Mensagem por OTheRealPH em Dom Nov 05, 2017 5:24 pm

Vai dar merda vai dar merda vai dar merda vai dar merda vaaaaaaaaai
• E não é pouca não •




>  No momento que eu escutei aquele vendedor de ramen chamar a polícia eu sabia que tinha dado muita merda pra gente, afinal como é que eu podia esperar que o policial acreditasse em dois moleques aleatórios ao invés de alguém que já morava ali a pelo menos algum tempo?

Porém o que realmente me surpreendeu foi o fato do Ed não ter começado a xingar imediatamente o vendedor. Em uma situação diferente aquilo provavelmente me deixaria muito feliz, afinal, se alguém me contasse que o meu irmão tinha sido capaz de ir pra algum lugar e não tinha arranjado problema nenhum lá, isso quer dizer que eu não ia acabar me fodendo sem ter feito nada.

Infelizmente tudo que é bom dura pouco e o vendedor logo fez o grande favor de nos chamar de meliantes, fazendo com que meu irmão finalmente tivesse a reação que eu esperava enquanto na minha mente só se passava um pensamento: "Você não podia ter ficado quieto só mais um pouquinho não em? Porra, eu tava tão feliz que o Ed não tinha começado a te xingar e você faz um negócio desses?".

Ouvindo o que o Ed contou ao policial, eu esperaria ele terminar de falar, logo complementando:
-É verdade sabe, eu não posso dizer que meu irmão é lá o cara mais normal ou educado que você pode encontrar, mas esse cara realmente ameaçou a gente e tentou até mesmo acertar um soco na cara dele antes de te chamar.

Por pior que ele fosse 90% do tempo, o Ed ainda era meu irmão, minha família, e como o filme da Lilo e Stitch tinha me ensinado quando eu era mais novo, "Ohana quer dizer família, família quer dizer nunca mais abandonar".

Não era bem o que eu esperava estar fazendo assim que cheguei em Tóquio, mas ficar botando problema com aquele policial não seria a melhor das decisões que podíamos fazer ali e o Ed também sabia disso. Arranjar qualquer problema com o policial ali era praticamente a mesma coisa de eu desistir de qualquer chance que eu iria ter de conseguir entrar na Yuuei, então já tendo falado o que eu queria, eu apenas iria para a delegacia junto de meu irmão e do policial.

_________________
avatar
Narrador
Mensagens :
127
Data de inscrição :
23/10/2017

OTheRealPH
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: XP XP XP XP XP XP

Mensagem por Henry em Qua Nov 08, 2017 1:09 pm

Narradô badass
"Predestinado? Coisa de fracos para explicar suas derrotas. Cada um escreve sua própria história. Qual será a sua?"

START

I
nesperadamente, Edward não agia explosivamente, parando para contar mentalmente e buscando se acalmar. Mas não aguentou, quando um dos atendentes da pequena barraca de ramen dirigiu algumas palavras aos dois. A polícia, que já parecia rondar aquele local, se dirigiu o mais rápido possível, chamada pelo atendente.

— O que se passa aqui? - perguntou o policial. Quando estavam prestes a responder, Edward não se conteve em explodir. Até mesmo exagerava uma coisa ou outra, parecendo fazer muito mais sério do que havia sido, embora a forma de que ele dizia fazia suas palavras perderem um pouco da credibilidade. Seu irmão encaminhou as coisas para um lado bom, dizendo logo depois.

— Eu não sei quem está certo ou quem está errado, mas vou pedir que se retirem daqui imediatamente. Nunca os vi por aqui, o que também significa que nunca aprontaram nada até agora. Apenas fiquem na de vocês. - era um tom de voz autoritário, mas tentando fazer apenas o seu serviço de manter a ordem. Estaria dando a devida "bronca" nos comerciantes com a saída dos dois irmãos.

Se Edward havia os metido numa enrascada, seu comportamento os ajudou a escapar também, mas por pouco. As consequências poderiam ser grandes, podendo chegar a até mesmo serem expulsos do Japão. Agora, deveriam pensar no próximo passo, mas com cautela.


avatar
Narrador
Mensagens :
31
Data de inscrição :
25/10/2017

Henry
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: XP XP XP XP XP XP

Mensagem por dragonmbr em Sex Nov 10, 2017 5:03 pm

Por fim, não resultou em nem uma confusão. O NPC chifrudo apenas iria fingir que não nos viu . Como se o Narrador cuzão só quisesse nos pregar uma peça. Eu apenas daria de ombros ignorando o NPC chifrudo e falaria para meu irmão -Então vamos para aquele hotel?- Não me importaria com a altura da minha voz, nem com quem estivesse escutando. Se o NPC chifrudo ficasse irritado por eu estar o ignorando, o olharia com um rosto confuso e falaria -Você não iria ignorar a gente? -   e pensaria com raiva, ”NPCS inúteis, não serve nem para cumprir o que falam” pensaria.

Caso meu irmão não aceitasse ir para o hotel, pensando que os NPC cara de buceta e o NPC cozinheiro pudessem procurar a gente lá em uma espécie de vingança, eu tiraria uma meleca do nariz e a jogaria fora enquanto perguntava com uma voz desinteressada -Quer fazer o que então?- Após perguntar para meu irmão eu iria seguir o mesmo. Caso ele aceitasse eu iria na frente em direção ao hotel.

Quando chegasse lá eu iria procurar o responsável, perguntando para algum inquilino ou alguém que aparentava ser um funcionário -Quem é o NPC responsável  para alugar quartos?- Quando achasse o NPC responsável falaria -Olá eu e meu irmão gostaríamos de alugar um quarto, tem quarto para dois? Quanto custa? Queremos alugar mensalmente -. Enquanto falava sobre os quartos lembraria do que o NPC cara de buceta nos falou, aquele lugar tinha má fama. Quando me lembrasse disso um sorriso apareceria em meus lábios. -Fiquei sabendo que existem historias estranhas  sobre esse local, mas estamos disposto a morar aqui tranquilamente se você nos dar um desconto...- falaria isso independente do preço, pagar alguns trocados a menos para NPCS que nem iriam usar o dinheiro depois me agradava, e outra o NPC devia nos dar o quarto de graça, afinal ela existe graças a mim e meu irmão.

Caso ela não demostrasse disposta a acertar nossa oferta eu  pensaria ”Narrador cuzão qual o problema em nos dar um desconto  o NPC nem precisa de dinheiro mesmo, tá com medo da staff reclamar com você?” Mesmo assim não desistiria do desconto para o quarto, -E se nos pudéssemos ajudar a aumentar a reputação daqui ? Você nos faria um desconto considerável?  - Se percebesse que ela demonstrou algum interesse falaria novamente -Pense bem, se aumentarmos a reputação daqui, iria atrair mais clientes e você poderia até aumentar os alugueis dos outros inquilinos. - Eu já não tinha mais muito o que falar, mas nesse momento olharia para meu irmão e falaria. -Meu irmão é muito bom em conversa com os NPCS, acredite, nos só estamos vivos até hoje por causa disso. - Com isso já teria falado tudo que eu poderia, agora só restava torce. ”Vamos narrador, eu sei que tu ainda não tem a mínima ideia do que fazer em nossa aventura, eu estou te dando uma trama de mãos beijadas, aceite!”


Caso o narrador aceitasse a trama que estava dando para ele eu falaria para a NPC -Ótimo poderia me falar mais sobre os boatos desse lugar? -. Caso ele não aceitasse eu falaria em dinamarquês -Tu é um cuzão mesmo, em?  Ótimo agora quero ver  se o que você esta planejando é melhor. O que eu realmente duvido!-
avatar
Narrador
Mensagens :
66
Data de inscrição :
23/10/2017

dragonmbr
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: XP XP XP XP XP XP

Mensagem por OTheRealPH em Sab Nov 11, 2017 11:19 am

Bá Ti Mân Bátimân
• Xampson •




>  Não ser forçado a ir pra delegacia assim que chegamos no Japão me deixou aliviado, porém isso não mudava o fato de que a gente ainda precisava achar um lugar pra morar aqui e que estivesse dentro de nosso orçamento, afinal, por enquanto, nós não tínhamos nenhuma fonte de renda, apenas algum dinheiro que tínhamos trazido de casa.

Bem, por enquanto acho que a melhor coisa pra fazer é, no mínimo, olhar o estado daquele apartamento que o cara da barraca de ramen tinha indicado antes, mas o que me surpreendeu foi essa ideia vir primeiro do Ed do que de mim. Eu não sei o que é que tá dando nele, mas talvez vir pro Japão acabe ajudando ele a parar de chamar as pessoas de NPC também.
-Meh, por que não né? A pior coisa que acontece é lá ser ruim até demais e daí é só a gente procurar um outro lugar.

Com essas palavras ditas, eu iria seguir as direções que tinha obtido do vendedor de ramen e, ao chegar no local, iria procurar o proprietário de lá junto do Ed. Já que ele não parecia bem o Ed normal odiador de NPCs de sempre, eu deixaria ele começar a negociação com o proprietário, prestando atenção pronto para intervir caso ele voltasse a ser o mongolão de sempre.

Após o Ed me passar a palavra, eu continuaria a tentar convencer o proprietário a nos dar um desconto, caso ele ainda não tivesse completamente convencido, dizendo:
-Então né, como meu irmão já disse você não tem muita coisa a perder se nos der esse desconto sabe. Na melhor das hipóteses a gente consegue melhorar a reputação daqui e você ganha mais inquilinos, na pior delas você ainda ganha mais dois inquilinos e mais dinheiro do aluguel como o meu irmão já disse. Pense nisso como um investimento no futuro desse lugar. Não é como se você tivesse nada a perder sabe.

Caso o proprietário aceitasse nos dar o desconto, eu buscaria saber mais sobre os rumores que geraram a má reputação do local, para poder começar a pensar em como resolvê-los.

_________________
avatar
Narrador
Mensagens :
127
Data de inscrição :
23/10/2017

OTheRealPH
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: XP XP XP XP XP XP

Mensagem por Hunson em Dom Nov 19, 2017 10:40 am

Após se livrarem do Policornio Edward sugere procurar pelo hotel citado pelo vendedor de ramen enquanto Sven simplesmente concorda com o irmão, eles seguem pela rua indicada andando alguns minutos até se depararem com a igrejinha que havia sido mencionada e ao olhar a direita conseguem ver a construção.

HOTEL:

O prédio não parecia nem de longe ser um hotel porem na parede havia uma placa dizendo “Temos Vagas” Edward adentrava o lugar procurando pelo atendente e lhe encontrava logo na entrada atrás de uma bancada próximo a uma escada que levava ao segundo andar onde ficavam os quartos e o único banheiro do lugar.

Na parte inferior havia a sala de estar a esquerda da porta que possuía um sofá desgastado duas cadeiras de madeira viradas para uma lareira que parecia não ser acessa a muito tempo acoplada a essa sala estava a cozinha com um fogão sujo de gordura a pia coberta de louça suja que boiava em uma agua escura, do lado direito da porta havia a sala de refeições com uma mesa grande de madeira cercada por cadeiras possuía uma iluminação fraca que deixava o cômodo com uma cor amarelada.

Se dirigindo ao atendente Edward perguntou sobre vagas, preço e a possibilidade de um desconto, - HÁ HÁ HÁ HÁ HÁ – o atendente começava a rir com a proposta de desconto, - gostei de você garoto, mas NÃO, desconto – o homem levava a mão ao olho retirando uma gotícula de lagrima que se formou de tanto ele rir em seguida continuava – Tenho um único quarto sobrando com uma cama de casal vocês podem dividi-la, quanto a preço posso fazer por 1000 dinheiros a mensalidade.

Edward e Sven ainda insistem sobre o desconto falando sobre o beneficio de tê-los como novos inquilinos o homem coça o grande queixo com uma expressão seria no rosto – Muito bem figurinhas repetidas – falava o homem com uma voz rouca - Tem dois caras que me devem uma grana se derem uma pisa neles e pegarem minha grana dou um desconto pra vocês o me dizem? Fiquei sabendo que eles moram em um prédio abandonado ao sul daqui, então se querem um desconto me ajudem antes.


O Homem chamava Edward e Sven para subirem até o quarto o eles passam por algumas portas entrando na ultima do corredor, era um quarto simples com uma cama de casal no centro com um criado mudo de cada lado da cama, havia um guarda roupa no quanto do quarto e uma mesa redonda um pouco a frente da cama com duas cadeiras para as refeições. – fica a escolha de vocês se querem tanto o desconto me ajudem, HÁ HÁ HÁ HÁ – o homem batia a porta enquanto gargalhava pelo corredor.

DONO DO HOTEL:
avatar
Civil
Mensagens :
64
Data de inscrição :
25/10/2017

Hunson
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: XP XP XP XP XP XP

Mensagem por dragonmbr em Seg Nov 20, 2017 10:13 am

Enquanto caminhava em direção ao “hotel” notaria que o narrador tinha trocado novamente, Pensaria "Já é o terceiro, nessa aventura, serio que vocês são tão fracos que não aguentam um ofensinha? "Já que ainda não havia chegado no “hotel” eu iria fazer um resumo do que aconteceu até agora  para o narrador em dinamarquês-Embora a nossa aventura ainda não seja muito grande, sei que a maioria dos narradores tem preguiça de ler, então vou resumir para você. Acabamos de chegar e resolvemos comprar um Ramen, infelizmente o lugar que a gente foi era de baixa qualidade, e a única coisa útil que o proprietário da loja falou, foi sobre o hotel. Depois isso veio a policia e o resto você já sabe. Em fim, não me prejudique e eu não ofendo a sua mãe.  -

Após falar isso chegaria no hotel e seria recebido por um NPC do pateta(sobre NPC do pateta, se referra a ele só existir por causa do pateta) , - HÁ HÁ HÁ HÁ HÁ....gostei de você garoto, mas NÃO, desconto –. Embora eu não tenha gostado da reação de NPC do pateta, com ele agindo como se tivesse feito uma piada. Eu iria continuar argumentando, até que ele  mordesse a isca.

-Muito bem figurinhas repetidas-, o homem falou, e antes que eu pudesse me controlar deixaria escapar da minha boca -Prefiro ser figurinha repetida do que um NPC secundaria do pateta, que já é um secundário-. Após isso ele falou a condição. -Tem dois caras que me devem uma grana se derem uma pisa neles e pegarem minha grana dou um desconto pra vocês o me dizem? Fiquei sabendo que eles moram em um prédio abandonado ao sul daqui, então se querem um desconto me ajudem antes.- Para mim isso era uma tarefa que não tinha problema em tentar realizar, mas olharia para meu irmão tentando buscar uma confirmação.  Já que ele queria ser herói poderia ter algo contra isso.

Se ele aceitasse eu olharia para o NPC do pateta e falaria -Ok nos aceitamos. Embora parece suspeito para caralho, você enviar crianças para agirem como agiotas, Nos aceitamos -, enquanto falava isso pensaria "Serio narrador, isso foi o melhor que você pensou? Mandar crianças para agirem como agiotas?". Se meu irmão não aceitasse a proposta eu iria falar -Foi mau ai NPC do pateta , mas meu irmão quer ser herói, então agir como agiotas fica meio fora de mão, tem outra tarefa não? Tipo ajudar velhinhas atravessar a rua para meu irmão ficar feliz? -

Caso ele mostrasse o quarto iria jogar minhas malas na cama e iria abrir uma delas. Nessa mala haveria vários doces, pegaria o suficiente para encher meus bolsos da calça e falaria novamente com o NPC do pateta. -Então se vamos realmente fazer isso, precisamos de mais informações. Primeiro qual é o seu nome? Fica difícil cobrar alguém sendo que nem sabemos o nome do cara para quem ele esta devendo. Segundo como é o cara que esta devendo para você? Digo, o nome e a aparência? Tem alguma foto dele? E terceiro mais não menos importante, na realidade mais importante de tudo, já que sem saber isso não tem como nos cumprir a tarefa... Qual é o caralho do desconto que você vai nos oferecer que não falou até agora? -

Com ele dando as informações que pedi eu iria até o lugar onde foi indicado.Se não tivesse acordo eu iria pegar minha malas e mantendo ainda os doces em meus bolsos e iria em direção a escola Yuuei para fazer nossa inscrição, ou saber mais sobre a Yuuei. Se tivesse algum acordo deixaria minhas malas no quarto e pegaria a chave com o NPC Pateta e iria para escola. Depois eu iria resolver o que quer que ele tenha pedido.

Se chegássemos na famosa escola de heróis eu procuraria o balcão de inscrição e falaria para quem estivesse lá -Como nos escrevemos para ser aluno? -, caso ela falasse as informações eu falaria com alegria na voz, por finalmente estarmos realizando o sonho do meu irmão -Obrigado npc que acabou de ser criado aleatoriamente para nos passar a informação, você cumpriu seu papel com perfeição.-. Caso o NPC não passe as informações necessárias para inscrição eu olharia para meu irmão e falaria em dinamarquês. -O narrador não esta afim de fazer você ser aluno da Yuuei não. Fode ele na aventura dele, trás o Wazu de volta -


avatar
Narrador
Mensagens :
66
Data de inscrição :
23/10/2017

dragonmbr
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: XP XP XP XP XP XP

Mensagem por OTheRealPH em Seg Nov 20, 2017 7:59 pm

TRAAAAAAAAAAB
• *Sons do hiiiiiiiiiiiiiiiiiiii do Yoda* •




>  Ao ver o dono daquele lugar, eu imediatamente me lembrei de um personagem de um desenho que eu e o Ed costumávamos assistir quando éramos menores e, antes que eu conseguisse me lembrar sozinho de onde é que eu já tinha visto a cara dele, o Ed, que já tinha lembrado de cara, ao insultar o cara, acabou fazendo com que eu me lembrasse exatamente quem ele era: o vizinho do Pateta.

Mas o pior não foi nem o fato do Ed ter insultado um cara com quem a gente tava negociando um desconto, mas sim o fato de que ele queria que a gente basicamente agisse feito agiotas pra ele, pedindo pra gente ir bater nuns caras que deviam dinheiro para ele em troca de um desconto que a gente nem sabia de quanto seria.

Não é como se eu pudesse fazer aquilo, não só por eu querer ser um herói e isso ser basicamente o contrário do que um herói faz, mas porque isso é simplesmente errado. Tá certo que não é como se os caras que devem dinheiro a ele estejam certos mas pô, pedir pra gente ir lá bater neles é meio que sacanagem, ainda mais considerando que, mesmo sem ele saber disso, a gente acabou de chegar no país. Meio que sem escolha, olhando para o Ed, eu falaria:
-É Ed, foi mal, mas pra mim não vai dar. Um herói deve proteger as pessoas e não sair por aí batendo em alguém porque ele deve dinheiro a alguém.

Ouvindo as palavras do Ed, eu esperaria um pouco para ver se receberíamos alguma outra proposta do dono dali, até mesmo o seguindo quando ele nos chamou para ver o quarto, enquanto pensava um pouco até que, após algum tempo, eu acabei me lembrando de um pequeno detalhe sobre o porque a gente havia vindo pro Japão tão rápido: os exames de entrada da Yuuei começavam hoje. Ou talvez fosse amanhã, sei lá, fuso-horários e tal e, me lembrando disso, eu cochicharia pro Ed:
-Então né, eu meio que tinha esquecido graças ao que aconteceu lá na loja de ramen, mas a gente meio que não deveria estar indo pra Yuuei fazer a nossa inscrição?

Claro, eu também não era um cara completamente sem educação e esperaria a resposta do dono do hotel sobre se ele tinha ou não algum trabalho pra gente fazer em troca do desconto (caso ele já não houvesse falado) e, se fosse algo que realmente não pudesse nos fazer acabar quebrando alguma lei nem nada desse tipo, eu aceitaria, pedindo para ouvir os detalhes ali mesmo caso não fosse algo que demorasse muito, logo em seguida chamando meu irmão para nós irmos conferir qual a real data do exame e, pra não perder a viagem, nos inscrevermos mesmo se fosse acontecer apenas no próximo dia.

Mas aí tinha um pequeno problema: a gente meio que poderia talvez, quem sabe, não saber muito bem exatamente onde ficava a Yuuei e, com o intuito de descobrir, enquanto a gente andava pela cidade em busca dela, eu pediria informações para pessoas aleatórias na rua, buscando chegar lá o mais rápido possível.

Se conseguíssemos chegar na Yuuei sem maiores problemas, eu olharia ao redor, observando a mais famosa e conceituada escola de heróis, logo em seguida procurando onde poderíamos fazer nossas inscrições para o exame de entrada, preenchendo qualquer formulário necessário pra que pudéssemos participar.

Off:
Aquela hora que a adv tava indo de bouas e anunciam o evento da Yuuei ç-ç
Pré-Evento:
Vamo pegar XP :v
Pós-Evento:
YUUEI CARAI BIRL

E se o vincent não tiver mandado os bagui pra vc ainda a gente enrola fazendo a questline do vizinho do pateta ç-ç tem problema não

_________________
avatar
Narrador
Mensagens :
127
Data de inscrição :
23/10/2017

OTheRealPH
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: XP XP XP XP XP XP

Mensagem por Hunson em Qua Nov 22, 2017 12:09 pm

Enquanto se dirigiam até o hotel Edward começava a tagarelar sozinho sobre tudo o que havia ocorrido desde que ele e seu irmão chegaram à entidade denominada por ele como narrador que já conhecia toda sua historia.

Ao chegarem ao hotel os dois irmãos tentaram convencer o dono a dar-lhes um desconto na mensalidade do lugar o homem solta uma gargalhada o que não agrada muito a Edward que solta uma ofensa ao homem – NPC do Pateta? - o homem se vira para Sven meio confuso – Sua xerox é doida? Há Há Há - o homem então fez uma proposta em troca do desconto, bater em uns caras que lhe deviam dinheiro, porém Sven não concordou com a proposta, pois era contra os motivos que o levaram para o Japão, se tornar um Herói.

Enquanto o dono do lugar levava os possíveis futuros inquilinos para ver o quarto Edward pergunta se não possui outra tarefa em troca do desconto, o homem começa a coçar o queixo pensando por um leve momento enquanto ouvi Sven falar ao seu irmão sobre as inscrições na YUUEI.

No quarto com a cama de casal, Edward é o primeiro a se sentir a vontade jogando suas malas sobre a cama começando a tirar doces de uma delas o homem observando a reação do garoto – Já que querem essa vida de herói – o homem fazia um gesto de nojo – podem me fazer um favor, levem o Ben-to da minha filha ao trabalho dela, ela vive com a mãe, mas adora minha comida e o lugar fica no caminho da academia, um prédio branco com detalhes azuis fácil de encontrar peguem a linha 3 do metrô desçam na estação G-02 então é só seguir a rua até ver o prédio, lá peçam pra falar com a Melissa pra chegar na YUUEI é só continuar seguindo e virar na terceira rua a partir do trabalho da minha filha, andem por mais cinco ruas e virem a esquerda caminhem até o fim da rua e irão chegar onde querem. Conseguem fazer isso? Ou é demais pra vocês? O homem esperava a resposta dos irmãos.

- A proposito meu nome é Pete Ghost, posso lhe dar 25% de desconto se fizerem isso pra mim todos os dias, se quiserem ficar a vencimento é no fim do mês e vocês começam a levar o ben-to amanhã, vocês decidem. – Pete saia do quarto batendo a porta deixando os irmãos pensarem na proposta.

HISTORICO:
Edward
Nº Post's: 06
Ganhos:
Perdas:


Sven
Nº Post's: 06
Ganhos:
Perdas:


Extra: No quarto do Hotel

CONSIDERAÇÕES:
Ta aí uma "missão" que vocês podem fazer, e seguir direto pra Yuuei, a prioridade por enquanto será a Yuuei, já que o objetivo do Sven é ser herói
avatar
Civil
Mensagens :
64
Data de inscrição :
25/10/2017

Hunson
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: XP XP XP XP XP XP

Mensagem por dragonmbr em Qui Nov 23, 2017 8:38 am

O NPC do pateta estranhou o nome dele – NPC do Pateta?Sua xerox é doida? Há Há Há -, para mim doido é ele que não compreende o que ele mesmo é-Doido? Eu só vejo a verdade- Eu falaria dando de ombros. Após isso ele nos levou para o quarto e passou qual seria nossa missão em troca do desconto no quarto.

– Já que querem essa vida de herói.podem me fazer um favor, levem o Ben-to da minha filha ao trabalho dela, ela vive com a mãe, mas adora minha comida e o lugar fica no caminho da academia, um prédio branco com detalhes azuis fácil de encontrar peguem a linha 3 do metrô desçam na estação G-02 então é só seguir a rua até ver o prédio, lá peçam pra falar com a Melissa pra chegar na YUUEI é só continuar seguindo e virar na terceira rua a partir do trabalho da minha filha, andem por mais cinco ruas e virem a esquerda caminhem até o fim da rua e irão chegar onde querem. Conseguem fazer isso? Ou é demais pra vocês? - Essa era uma oferta boa, na realidade para mim era boa demais para ser verdade. -Que porra é essa, narrador? O que você esta planejando fazer?- falaria em dinamarquês para o narrador.

Por fim não tinha muito o que fazer, já que o narrador tinha nos dado essa oportunidade o jeito era aceitar,  e depois pagar o preço desse “generosidade” depois. -Ok, NPC do Pateta, eu aceito a ofertam iremos iniciar amanha, agora vamos fazer a inscrição na escolinha de heróis, então com licença. - Falando isso eu iria “conduzir gentilmente” o NPC do Pateta para fora do quarto o empurrando pelas costas, após pegar minhas coisas eu olharia para meu irmão e falaria se ele ainda não estivesse saído do quarto -Então? Não vai querer ir para a escolinha de heróis não? -  Caso ele não estivesse dentro do quarto, ou quando ele saísse depois que eu falei, eu iria fechar a porta e seguiria  o caminho que o NPC do Pateta tinha falado para seguir  que nos levava até a escola.

Tentaria não puxar muito assunto no caminho, o sonho do meu irmão era para entrar nessa maldita escola de heróis, então tentaria não causar outra confusão no. Na realidade eu queria acabar com isso o mais rápido possível, então deixaria meu irmão cuidar dos NPCS que estavam no caminho. Mas assim que chegasse na escola eu perderia a paciência e tomaria a frente tentando  fazer meu irmão ser aprovado o mais rápido possível.

Uma vez na famosa escola de heróis eu procuraria o balcão de inscrição e falaria para quem estivesse lá -Como nos escrevemos para ser aluno? - caso ela falasse as informações eu falaria com alegria na voz, por finalmente estarmos realizando o sonho do meu irmão -Obrigado npc que acabou de ser criado aleatoriamente para nos passar a informação, você cumpriu seu papel com perfeição.- Caso o NPC não cumprisse seu papel, eu iria falar em dinamarquês para o narrador   –Já desconfiava depois que nos deu o quarto, o que caralhos você quer que eu faça  pra conseguir nos escrever nessa porra? - . Caso se por qualquer motivo eu não conseguisse chegar na Yuuei  eu novamente gritaria nervoso para o narrador em dinamarquês –PORRA!!! JÁ TO A DOIS MALDITOS POST TENTANDO CHEGAR NESSA PORRA DE ESCOLA, O QUE CARALHOS VOCE QUER ? QUE EU ESCREVA NO MEU POST QUE NÃO VOU PARAR POR NADA ENQUANTO CAMINHO PRA PORRA DA YUUEI?- .
avatar
Narrador
Mensagens :
66
Data de inscrição :
23/10/2017

dragonmbr
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: XP XP XP XP XP XP

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum